Macarrão com Molho de Nata + Batatas Assadas com Alecrim

Tomada por um resfriado terrível hoje eu precisava de um jantar bem calórico e salgado. Comecei cozinhando umas batatas sem saber o que ia fazer com elas, depois me inspirei nas Batatas Coradas com Alecrim e Parmesão da Faby e resolvi assá-las, apesar de não ter feito como ela fez. Não bastava e resolvi fazer um pouco de macarrão com um molhinho básico e ficou tudo certo, até diminuiu meus espirros. Eu não sei porque nunca tinha pensado em fazer molho com nata, ficou ótimo.

Como foi tudo meio improvisado e básico, aqui vai o registro (para 2 porções): cozinhei 4 batatas até ficarem um pouquinho macias, mas ainda firmes. Cortei em rodelas e distribuí numa assadeira com óleo de girassol. Por cima sal, pimenta e alecrim, mais um pouquinho de óleo e coloquei em forno alto.
O macarrão medi um prato de massa seca e cozinhei na água com óleo e colorau. Pro molho (que foi o melhor dessa festa) foi 1 colher (sopa) bem cheia de nata, 1/2 xícara de leite, 1 colher (sopa) de catchup e 1/2 colher (chá) de sal misturados numa panela até ficar homogêneo e ferver um pouquinho. Acrescentei pedaços de queijo e azeitonas picadas e depois mergulhei o macarrão no molho.

Anúncios

13 comentários sobre “Macarrão com Molho de Nata + Batatas Assadas com Alecrim

  1. Lu, o molho desse macarrão parece delicioso! Mas você poderia me dizer o que é a “nata” que você usou no molho? Seria creme de leite? Sei que em Portugal “nata” é creme de leite fresco… Bjo!

  2. OieeJá adorei seu blog. O post do dia, que traz receita de massa com batata me conqusitou por definitivo!! Eu amoooo macarrão e simplesmente não vivooo sem batata (sentiu o drama? haha)Esse molho deve ser muito saboroso… nunca vi uma receita parecida!Um beijo!

  3. Cinara, eu pensava que nata era um negócio popular no Brasil inteiro. É creme de leite fresco sim, mas não é exatamente a mesma coisa, o sabor é diferente, ela tem textura de manteiga, geralmente é salgada e tem mais gordura na composição. O creme de leite é mais líquido, então a substituição vai depender da receita. Mas acho que a nata de Portugal é o creme de leite mesmo, não a aqui do Nordeste. Beijos!

  4. putz, lua. que foto pra me deixar babando na hora do almoço… batata é o fraco de muita gente. e massa, então…quero ir a sua casa nessa semana antes de viajar. vou ligar e vê se tu faz uma receita bem gostosa, como sempre!smack!

  5. Acho que li em algum lugar que você é de Fortaleza, é isso mesmo, Lu? Meu irmão e a mulher dele moram em Fortaleza, mas ela não saberia me dizer o que é “nata”, porque parece que ela detesta cozinhar… :o) Será que eu encontro isso aqui no interior de São Paulo?? Vou dar uma investigada e depois te conto!Beijinhos…

  6. Oi Sílvia, que bom que gostou, eu também não vivo sem batata, dá pra fazer tudo com ela, não é? Beijos.
    Lili, pode vir, é só marcar. Doce ou salgado? 😉
    Patricia, eu também deixei uma observação sobre o limão. Beijos!
    Cinara, sim, eu sou de Fortaleza. Não sei se você encontra nata por aí, aqui é item obrigatório, muito requisitado em tapiocarias. No interior é muito usado como substituto da manteiga, no pão do café-da-manhã. Já eu tenho dificuldade em encontrar certas coisas que são fáceis pra vocês aí do Sul, como blueberries. 😦

  7. Eu gosto muito, Katita. O legal é que como ele é branco e preto dá pra combinar com peças lisas dessas cores. Adoro esses motivos meio celtas. 🙂

Obrigada pela visita! Deixe um comentário e responderei aqui mesmo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s