30

Sanduíche Quente de Peru, Brie e Geléia


As sobras do peru de Natal sempre desafiam. Engraçado é que nunca entendi muito bem porque no Natal as pessoas exageram tanto na comida. Parece-me que tem uma questão mais simbólica de fartura do que mesmo fome ou bocas para comer. Aqui em casa houve uma pequena ceia de Natal de última hora: peru, tender, arroz e Quiche de Macaxeira. Mesmo assim sobrou muita comida. Não existe fome que dê jeito numa ceia de Natal, por mais simples que ela seja. Mas… as sobras do peru rendem frutos e aqui renderam um Creme de Peru, que a Karen tentou; uma Farofa, com bastante cebola roxa e azeitonas; e por fim este sanduíche, que eu estou com vontade de fazer desde o Dia de Ação de Graças, quando a Nicole postou esta idéia para as sobras de peru. Delícia.

Ingredientes (em quantidades a gosto):
Carne de peru em fatias ou desfiada
Geléia de cranberry (usei de blueberry)
Queijo Brie
Pão Ciabatta (usei pão de forma)
Em um lado do pão espalhe a geléia. Na outra metade, uma fatia de Brie. No meio faça uma camada com a carne de peru e feche o sanduíche. Leve para tostar numa sanduicheira ou grill de duas chapas, ou mesmo numa frigideira, trabalhando os dois lados, até que o queijo derreta e o pão fique dourado. Sirva imediatamente.

Fonte: Baking Bites.

Anúncios
8

Pão de Tender e Ricota


Como é bom fazer pão! O que parece um castigo pra muita gente, pra outros é uma terapia. Este pão, no entanto, não é recomendável para primeiras experiências: seria um tanto traumático. A massa é difícil de lidar, não solta das mãos, enfim, daquelas que você acha que não vai dar certo. Mas como eu já lidei com piores, tive fé. Os pães cresceram muito, ficaram muito macios e serviram para aproveitar as sobras do tender de natal. A massa é ótima, pode até ser feita sem recheio. Mas tem que ter paciência e fé.

Ingredientes:
Massa:
250 ml de leite morno
30 g de fermento biológico
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
1 colher (sopa) de óleo
1 colher (sopa) de manteiga
3 ovos inteiros
2 batatas médias cozidas
5 xícaras (chá) de farinha de trigo (pode precisar mais)
1 gema para pincelar
Gergelim para salpicar

Recheio:
350 g de tender processado (ou picado)
350 g de ricota processada (ou amassada)
1 lata de creme de leite
1 colher (sopa) de orégano
1 colher (chá) de sal

Para a massa, misture o fermento com o açúcar e o leite morno até desmanchar. Bata no liqüidificador os ovos, as batatas, a manteiga, o óleo, o sal e a mistura de fermento. Transfira a mistura para uma tigela grande e vá acrescentando a farinha de trigo aos poucos, amassando bem. Se achar que precisa de um pouco mais de farinha, acrescente, embora a massa seja grudenta mesmo. No meu caso, devo ter acrescentado quase uma xícara a mais. No final, “sele” a massa com farinha para facilitar no manuseio dela, isto é, polvilhando ao redor da bola de massa. Cubra e deixe descansar por 30 minutos, de preferência num local sem correntes de ar.
Abra a massa em superfície enfarinhada, formando um retângulo (sele com farinha onde estiver muito grudenta). Divida a massa ao meio, o que deve formar dois retângulos menores. Misture os ingredientes do recheio e distribua sobre as duas massas abertas. Enrole como rocambole, feche as pontas e coloque cada rolo numa fôrma de bolo inglês untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Como a massa é pesada e um pouco mole, tenha cuidado nesta hora, o melhor é “rolar” o rocambole para dentro da fôrma, deixando a parte que fechou para baixo.
Acenda o forno em 180-200°. Pincele os pães com a gema, salpique com o gergelim e deixe-os crescer por 20 minutos. Asse-os por cerca de 40 minutos ou até que estejam dourados.

Fonte: Adaptada da Revista Receita Minuto, nº 27.

21

Potinhos de Chocolate Quente [Nigella’s Choco-Hoto-Pots]


Essa foi a sobremesa de Natal aqui em casa. Deixei o preparado pronto na geladeira, já nos ramequins, e enquanto o jantar acontecia, eles assavam. Uma sobremesa gelada é bem mais prática, e acho que a maioria das pessoas preferem doces gelados, mas acho interessantes as sobremesas mornas pois elas não chocam com a comida que você acabou de comer. Acho que o único porém é que elas dão uma sensação de conforto que pode beirar o sono, ao contrário das geladas, que “despertam”. Mesmo assim, foi aprovada: simples e deliciosa.
Vi essa receita no You Tube, e pra ter certeza das quantidades, segui a descrição por este blog. Deixo aqui o vídeo pra quem quiser ver o preparo.

Ingredientes:
3/4 de xícara de gotas de chocolate meio amargo (ou chocolate picado)
100 g de manteiga
2 ovos grandes
3/4 de xícara de açúcar
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1/2 xícara de gotas de chocolate (essa parte vi no blog, mas não vejo a Nigella no vídeo acrescentando as gotas)

Unte de 4 a 6 ramequins (dependendo do tamanho e da quantidade desejada) com manteiga e reserve. Misture o chocolate e a manteiga e derreta-os em banho-maria ou no microondas. Deixe esfriar. Enquanto esfria, aqueça o forno em 200°. Numa outra tigela, bata os ovos com o açúcar e misture com a farinha de trigo. Incorpore a mistura de chocolate já fria e se quiser incorpore também as gotas. Distribua a mistura nos ramequins reservados, coloque-os em uma assadeira e leve-os ao forno por cerca de 20 minutos: o topo deve ficar quebradiço e por dentro deve ficar viscoso. Deixe esfriar um pouco e sirva-os morninhos.

Fonte: Nigella ChocoPots no You Tube.

5

Bolo Europeu


Vi uma receita de bolo inglês na internet que levava pêras, anotei o que precisava comprar mas não achei mais a receita. Lembrei então desta que também estava marcada e é parecida com uma que a Cinara fez recentemente. Infelizmente na foto o bolo já tinha ido pra geladeira e estava com um aspecto mais pesado, mas ficou bem gostoso.

Ingredientes:
2 maçãs
1 xícara de uva passa
1/2 xícara de frutas cristalizadas (opcional)
100 g de margarina
1 xícara (chá) de açúcar
2 ovos
1 colher (sopa) de canela em pó
1/2 xícara de castanha-do-pará (usei castanha-de-caju)
1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de leite em pó (pode ser desnatado)
1 colher (chá) de baunilha
1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Escalde as passas e frutas cristalizadas em água fervente, escorra e reserve. Descasque as maçãs, retire as sementes, pique miudinho e reserve. Bata a margarina com o açúcar, junte os ovos e continue a bater. Retire da batedeira e misture a canela, a castanha picadinha, a farinha de trigo, o leite em pó, as maçãs, as passas, a baunilha e o fermento. Despeje em fôrma de bolo inglês (se não tiver, use uma redonda de 20 cm de diâmetro), untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Leve para assar em forno previamente aquecido a 160° por cerca de 40 minutos ou até passar no teste do palito e ficar marrom-dourado.

Fonte: Recorte sem fonte.

41

Muffins de Mel-de-Caju e Castanhas

Apesar de levarem o nome de muffins, essa massa é feita à maneira de bolo, mas no final eles ficam tão com cara de muffins que achei melhor deixar assim mesmo. A receita original é feita com maple syrup e pecãs, mas resolvi tentar com Mel de Caju e castanhas-de-caju, ou seja, acho que vale fazer com outros tipos de mel e nuts. Quem me apresentou ao mel de caju foi a Socorro, mas a Neide também já comentou sobre esse produto, do qual gostei muito, tanto que ainda joguei por cima dos muffins depois de prontos. A essa massa ainda pode ser acrescentada uma pitada de gengibre e outra de noz-moscada, e acredito que fique interessante assá-la em uma forma de bolo inglês como bolo único.

Ingredientes:
150 g de castanhas de caju tostadas e picadas grosseiramente
300 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
Uma pitada de sal
1/4 de colher (chá) de canela em pó
115 g de açúcar
50 g de açúcar mascavo
3 colheres (sopa) de mel-de-caju
150 g de manteiga
3 ovos
300 ml de buttermilk (usei coalhada misturada com leite)
Castanhas ao meio para decorar

Preaqueça o forno em 180°. Prepare 20 forminhas de muffin. Peneire juntos a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e a canela. Reserve. Numa tigela grande, junte os açúcares, o mel e a manteiga. Bata-os na batedeira até ficar leve e fofo. Junte os ovos, um por vez, incorporando bem a cada adição. Acrescente a metade do buttermilk e a metade dos ingredientes secos, misturando bem. Repita o processo com o restante do buttermilk e o restante dos ingredientes secos. Incorpore as castanhas à massa. Preencha 2/3 das forminhas com a massa e distribua por cima metades de castanha em cada muffin. Asse-os por 20-25 minutos ou até crescerem e ficarem dourados. Deixe-os descansar por 5 minutos antes de desenformar. Deixe-os esfriar numa grelha.

Fonte: Afternoon Tea – Molly Perham.

16

Forminhas de Batatas


Esse é um acompanhamento que faz sucesso, já o fiz várias vezes. Não há como escapar: as pessoas amam batatas e essa receitinha é uma forma de deixá-las ainda mais gostosas. Elas murcham um pouquinho ao sair do forno, mas o sabor e a textura comandam e compensam no final.

Ingredientes:
600 g de batatas
1 colher (sopa) de margarina
Sal a gosto
1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
1 e 1/2 colher (sopa) de amido de milho
1/2 xícara de leite
2 gemas
2 claras batidas em neve
100 g de mozarela em cubinhos (melhor ainda se for de búfala)
Margarina para untar
Farinha de rosca para polvilhar

Cozinhe as batatas e passe-as, ainda quentes, pelo espremedor. Misture a margarina, o sal e metade do queijo ralado ao purê. Reserve. Dissolva o amido de milho no leite, junte as gemas e acrescente ao purê reservado. Por último, incorpore as claras em neve.
Distribua metade da massa em forminhas untadas com margarina e polvilhadas com farinha de rosca (usei forminhas de muffins, rende 12 unidades). Recheie com cubinhos de mozarela e cubra com o restante da massa. Salpique o restante do queijo parmesão ralado e leve ao forno preaquecido (médio-alto) por, aproximadamente 30 minutos ou até que fiquem douradas.

Fonte: Revista Receita Minuto nº 33.

35

Amigo Secreto 2007 – O Segredo de Hannah


Já comentei aqui que esse amigo secreto dos blogueiros de comida está sendo super divertido devido às mensagens que todos postam no grupo e que todos recebem em suas caixas de entrada. Ontem à noite, por exemplo, a conversa ia de marcas de máquina de pão a glacê para biscoitos. Apesar da diferença de fuso horário ter formado grupos específicos, a interação foi (está sendo) grande. Além disso, os presentes carinhosos vão chegando e a cada pacotinho que chega, uma surpresa para todos. Eis aqui a minha surpresa agora compartilhada com o resto do grupo.
Eu não resisti a tentar adivinhar quem era a tal Hannah. Afinal, como ela disse estar muito atarefada, eu podia eliminar várias pessoas da lista, já que muitas participavam ativamente das mensagens de grupo e eu me encontrava, portanto, no grupo das traumatizadas: as que não recebiam muitas mensagens da amiga. Além disso, ficou claro que ela morava no Brasil. Mas foi o jeitinho emocional dela escrever que me deu a certeza: era a Heidi, do Coisas Simples.
Quando a caixinha chegou eu estava de saída para um casamento e só abri na volta. Fiquei emocionada com o carinho com que ela embalou tudo, os lacinhos, os detalhes… E ainda por cima parecia que ela me conhecia, porque os presentes são a minha cara, adorei tudo. Vejam detalhes:

Um conjuntinho de porcelana japonesa a coisa mais fofa do mundo, com a paleta de cores do Quiche de Macaxeira. Um potinho de cremor de tártaro, que foi meu pedido, já que eu não encontro em lugar nenhum.

Um kit de utensílios super úteis, um cortador de maçã (que o Ric tomou como presente dele) e uma espátula e um pincel de silicone, lindos. Um cartão e uma cartinha super carinhosa e perfumada.

E as guloseimas: biscoitos de arroz (deliciosos) e gateaus de chocolate (divinos)!!! Digam-me, se não fui sortuda?

Heidi, mais uma vez obrigada por tudo, você mesmo sem tempo se dedicou tanto e escolheu tudo com cuidado. Que você receba em dobro da sua amiga secreta o carinho que enviou pra mim!

17

Fusilli com Molho de Lingüiça e Vinho


Faz tempo que eu queria fazer uma massa com lingüiça e esta receita estava na espera. Até vi em algum blog outra receita, mas não consegui mais encontrar! De qualquer forma, ficou delicioso, o molho fica bem escuro por conta do vinho, o sabor surpreendeu, pois nem esperava tanto. Não reparem, que eu exagero mesmo no queijo.

Ingredientes (5 porções):
500 g de macarrão tipo fusilli
300 g de lingüiça calabresa fresca
1 xícara (café) de azeite de oliva
2 cebolas médias picadas
2 dentes de alho picados
1 xícara (chá) de vinho tinto
300 ml de caldo de carne
2 latas de tomates pelados picados (usei 1 lata de tomate pelado + 1 lata de molho pronto)
1 colher (sobremesa) de sementes de erva-doce (não usei)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Queijo parmesão ralado a gosto

Comece pelo molho. Retire a pele da lingüiça e corte-a em pedaços pequenos. Em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola, o alho e a lingüiça. Acrescente o vinho tinto e o caldo de carne, aos poucos. Nessa hora, enquanto apura, prepare a massa na água fervente com sal.
Junte os tomates (e o molho, se for o caso) e a erva-doce. Acerte o sal e a pimenta. Arrume o macarrão em uma travessa e regue com o molho. Polvilhe com queijo parmesão e sirva quente.

Fonte: Revista Receita Minuto, nº 17.

24

Sopa de Maçã Verde e Queijo Cremoso


Adoro sopas. Geralmente não são difíceis de fazer, são confortantes e com um pãozinho então, eu vou às lágrimas. Essa sopinha é diferente e saborosa e a maçã com o queijo fazem com que ela fique cremosa e especial.

Ingredientes (4 porções):
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola média picada
2 talos de salsão picado (substituí por um talo de alho-poró)
4 maçãs verdes sem casca e sem sementes cortadas em cubos
Sal e pimenta a gosto
800 ml de caldo de legumes
100 g de cream cheese

Aqueça o azeite, refogue a cebola, o salsão (ou alho-poró) e a maçã. Tempere com sal e pimenta (cuidado, se for usar caldo com sal, deixe para acertar o sal depois). Adicione o caldo de legumes e cozinhe até os ingredientes ficarem macios. Desligue o fogo, misture o cream cheese. Espere esfriar, bata no liquidificador até formar um creme. Volte à panela, aqueça e sirva em seguida.

Fonte: Claudia Cozinha, Julho 2006.

Veja essa receita preparada no 7º Inter-Blogs do DCPV.

26

Creme de Laranja e Cenoura


Essa sobremesa foi preparada para participar do evento da Akemi: Comidinhas do dia-a-dia Liqüidificador. Não esperem nada arrebatador: é uma opção simples e saudável, me lembrou comidinha de bebê, mas o Ric adorou. Depois fiquei pensando se funcionaria com outros vegetais ou frutas, quem sabe. Só um detalhe: quanto mais gelada, melhor.

Ingredientes:
1/2 xícara de cenoura picada
1/2 xícara de água
1 xícara de suco de laranja
2 colheres (sopa) de maisena
4 colheres (sopa) de açúcar

Bata a cenoura com a água no liqüidificador. Acrescente o suco de laranja, a maisena e o açúcar e bata até ficar liso. Transfira o creme para uma panela e leve ao fogo baixo, sem parar de mexer, até engrossar. Despeje em um refratário umedecido e deixe esfriar. Leve à geladeira até ficar um creme grosso, no mínimo umas 3 horas.

Fonte: Claudia Cozinha Especial Tudo Prático.