Creme de Pêssego e Castanha-do-Pará


Lendo o artigo da Neide sobre pêssegos em calda me deu vontade de preparar esta sobremesa que eu costumava fazer há um tempo atrás (cuja receita me foi passada por uma amiga). Assim como os docinhos de caju cristalizados ou as latinhas de marrom-glacê ou as geléias de mocotó, as latas de pêssegos estão agora na seção “nostalgia” do supermercado. Talvez até o leite condensado – apesar de ainda extremamente popular – vá perdendo sua força, já que uma grande crítica feita aos doces brasileiros é que todos são muito doces e que a maior parte deles é feita com a latinha acinturada. Pois eis aqui um bom exemplo, mas fazer o quê? Fica muito bom e a maioria das pessoas gostam, principalmente o cearense, que é louco por açúcar.
É uma receita que muita gente deve ter parecida em casa, uma camada feita com amido e leite condensado, outra com pedaços de fruta em calda, outra de creme batido com fruta. A castanha-do-pará ficou por minha conta e achei que combinou bem com o pêssego.

Ingredientes:
2 latas de leite condensado
2 medidas de leite a partir da lata de condensado
1 colher (sopa) rasa de manteiga
2 colheres (sopa) de amido de milho
1 colher (sopa) de baunilha
1 gema
1 lata de pêssego em calda (ou outra fruta)
2 caixas ou latas de creme de leite
100 g de castanha-do-pará trituradas

Misture numa panela o leite condensado, o leite, o amido de milho, a gema e a manteiga. Leve tudo ao fogo até engrossar e começar a borbulhar. Acrescente a baunilha, mexa e deixe esfriar.
À parte, passe umas quatro metades de pêssego no liquidificador juntamente com o creme de leite e um pouco de calda de pêssego (vai depender se quer mais ou menos doce). O que sobrou da fruta corte em pedacinhos.
Para montar, numa travessa ou em taças, coloque uma camada do creme com leite condensado, depois espalhe por cima os pedaços de fruta. Em seguida acrescente o creme batido com pêssego. Sobre tudo espalhe a castanha. Leve ao congelador ou geladeira por umas quatro horas.

Fonte: Lílian C.

Anúncios

19 comentários sobre “Creme de Pêssego e Castanha-do-Pará

  1. Há tempos que não preparo sobremesas com LC…e pêssegos em calda são adorados pelo maridão aqui!Vou fazer para ele! (Bom, tb vou me alegrar, né não!!)Beijinhos

  2. <>Fabrícia<>, sabe que pistache podia ser uma boa opção também? 🙂<>Laurinha<>, engraçado, os maridos parecem adorar pêssegos em calda, o meu também adora! 🙂<>Marizé<>, eu fiquei inspirada pela Neide, mas adoro pêssegos, rs. 🙂<>Pat<>, fica boa sim, só espero que a “ladra de posts” não venha roubar essa também, né, amiga? rs 😉<>Eduardo<>, pode ficar à vontade, mas se você for fazer mesmo sugiro que não use creme de leite de lata, pra essa receita acho que fica melhor o de caixa ou até mesmo o fresco. Espero que goste. 🙂Beijos a todos!!!

  3. Luna, que saudades de ti menina!E que receita hein, huuuuuuuuuuuum…Eu também num tô nem ai pra esse povo malvado falando da latinha acinturada, eu amo!!!Tem coisa mais gostosa que um creme com leite, leite condensado, amido de milho, umas gemas??? Eu amo^^Kisss pra ti!

  4. Pois é, <>Axly<>, estou sumida mesmo. Olha, eu também adoro leite condensado, mas acho legal também o desafio de fazer algo sem ele, né? 😉 Beijos!

  5. Bem vinda de volta!!!É sempre um prazer dar de cara co suas receitas deliciosas, e podem cmontinuar com a polêmica , mas não abro mão da “Moça”.Beijos!!!

  6. <>Karla Dani<>, pois é, voltei, menina, rs. Vi teu bazar de roupas, depois quero olhar direitinho pois acho que visto teu número. Bjs!<>Verena<>, você também tá sumida, né? Beijo grande!<>Eliana<>, além de bom é prático, né? 😉<>Sandreane<>, obrigada pelo presente, querida, vou agora lá receber! 🙂<>Bia<>, exatamente, pêssego em calda tem sabor de infância mesmo, rs. 🙂<>Goreti<>, obrigada, querida! 🙂<>Simone<>, espero que goste! 😉Beijocas!!!

  7. Não vi este artigo.Vou passar para olhá-lo. Quanto à questão do doce, posso dizer que realmente sinto muito hoje em dia quão doces são os nossos doces – estando fora e não comendo coisas brasileiras a não ser quando vou em casa, o paladar logo nota a diferença.Gostei desta receita pois me trouxe lembranças da época em que comia muito pessego em calda.

  8. <>Valentina<>, com o passar do tempo fui aprendendo a gostar de menos açúcar e de menos sal, mas infelizmente tenho que pensar nos meus amigos também, coitados, que são acostumados com o excesso deles… 🙂

Obrigada pela visita! Deixe um comentário e responderei aqui mesmo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s