Trança de Castanha-do-Pará [ou de Tomate Seco e Cottage]

Fiquei muito satisfeita com essa massa, tanto que preparei-a duas vezes na mesma semana. Ela fica macia, doce e parece combinar com qualquer tipo de recheio. Hoje fiz com tomate seco e cottage (numa versão salgada) e ficou muito boa. No entanto aconselho ainda mais o recheio original, a castanha-do-pará. Ela acrescenta um quê a mais na massa, deixando-a com uma textura mais macia – e os pedaços maiores são pequenas surpresas ao mastigar. A castanha-do-pará pra mim é daqueles alimentos que não funcionam bem sozinhos, só com outros elementos, quando fica divina.

Ingredientes:
Massa:
1/4 de xícara de leite
1/4 de xícara de manteiga derretida
1/4 de xícara de água morna
1/4 de xícara de açúcar (pode usar menos, se quiser salgada)
1/2 colher (chá) de sal (pode usar mais, se quiser salgada)
15 g de fermento biológico fresco (usei 4 g do seco)
2 ovos
3 xícaras de farinha de trigo

Recheio (doce) de castanha:
1 xícara de castanha-do-pará picada
1 clara*
1/4 de xícara de açúcar
1/4 de xícara de manteiga derretida

Recheio (salgado) de tomate seco:
100 g de tomate seco picado (ou a gosto)
queijo tipo cottage a gosto

Para a massa, misture o leite com a manteiga derretida, o açúcar e o sal. À parte, dissolva o fermento na água morna e junte a mistura do leite. Bata os ovos (se quiser, pode reservar uma colher de sopa para pincelar o pão), e acrescente a mistura feita com leite e fermento. Vá juntando a farinha aos poucos. Se for fazer na batedeira, comece batendo e juntando a farinha, depois use o gancho quando a massa ficar mais pesada. A quantidade de farinha pode ser menos, nas duas vezes que fiz usei apenas 2 xícaras e meia. A massa é lisa e praticamente não gruda nos dedos. Coloque-a numa vasilha untada, cubra e deixe crescer por 1 hora.
Abra a massa numa superfície enfarinhada, deixando-a com 43 x 30 cm e empregue o recheio desejado. Para preparar cada recheio é só juntar todos os ingredientes de cada. No recheio de castanha, tenha cuidado pois a *clara deixa a mistura muito mole, acho que não há problema em não usá-la ou usar só um pouco. No recheio de tomate, distribua o tomate pela massa e depois vá soltando pequenas colheradas do queijo.

Enrole a massa pela parte maior como se fosse um rocambole. Corte este rocambole ao meio no sentido do comprimento e vá enrolando as duas partes, como se fosse uma trança. Prenda as pontas e deite-a sobre uma assadeira grande untada. Pincele com o ovo reservado ou com uma gema e jogue por cima lascas de castanha (opcional).

Leve ao forno preaquecido a 180° por cerca de 30 minutos ou até estar bem dourada. Sirva, de preferência, ainda quentinha.

Fonte: Revista Especial Claudia Cozinha “Só Pães”.

Anúncios

31 comentários sobre “Trança de Castanha-do-Pará [ou de Tomate Seco e Cottage]

  1. Bom, eu adoro mordiscar uma castanha-do-pará… ‘preciso’ de umas 2 ou 3 no café da manhã !!!Pães com castanha são deliciosos, e este deve ser fantástico! Ficou lindo!Beijinhos,

  2. Laurinha, não consigo comê-las puras, elas precisam estar com outros sabores para sobressaírem. É como café e chocolate: tem que ter um pouco de açúcar para o sabor “sair”. :DCláudia, obrigada. Pensei em não postar porque as fotos não ficaram boas, mas como fiz outra vez deu pra fazer uma mistura, rs.Laila, a de castanha é realmente uma delícia! :DMárcia, eu acompanhei exatamente com um chá verde, fica muito bom… 😀

  3. Êta Luna que ficou foi vistosa!!! Castanha-do-pará é uma daquelas coisas que por aqui se encontra aos montes e com certeza provarei em breve.

  4. Pat, não sou muito boa nesta parte artesanal de modelar e decorar coisas, mas até que ela ficou bonitinha, obrigada! :DMarizé, obrigada, querida! :DAgdá, não sabia que por aí era tão fácil! Que bom! 😀

  5. Luna, acabo de vir da Agdá e vi um pão lindo de espinafre e agora venho aqui e me deparo com estas duas tranças maravilhosas! Agora fiquei aguada para comer uma fatia dessas! Vou ter que fazer! Bjs

  6. Que lindas suas tranças, aproveitei a explicação de cortas o rocambole para então torcer. Adoro castanhas!Abraços

  7. Carlinha, obrigada! :)Akemi, fiquei de olho no pão da Agdá também! :DNat, que bom que você gostou do meu cantinho! Qualquer coisa que você testar me fala depois o que achou, tá bom? BJ!Silvinha, obrigada, não sei se fiz direitinho, mas o mais importante é o sabor, né? :DBia, um beijo, fofa!Claregina, é uma delícia mesmo, hehehe, obrigada! 😀

  8. Axly, obrigadinha, querida! :DCris, é mesmo? Antes eu não gostava, com o tempo passei a gostar e muito! :)Lu, também adoro fazer pães. Adoro esse livrinho que tenho da Claudia, que é só pães. Quase todas as receitas que fiz ficaram ótimas! :)Mari, já fiz de novo essa semana, estou me viciando, rs.

  9. Oi, Fabi, beijinho! ;-DSilvinha, esta da foto não ficou tão legal quanto a terceira que fiz, depois que peguei o jeito, rs.Marcia, eu também fico louca quando vejo tantas delícias nos blogs, rs.

Obrigada pela visita! Deixe um comentário e responderei aqui mesmo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s