61

Sorvete de Doce de Leite


Recentemente adquiri uma sorveteira e tenho feito bastante sorvete, mas quando chega a hora de tirar foto é sempre um tormento! Essa receita foi a primeira que fiz e ficou muito boa, mas só agora fazendo de novo é que fotografei. Infelizmente ele não ficou tão cremoso quanto da primeira vez, pois o tempo estava muito quente e não deu pra deixar a máquina ligada por muito tempo. Mas o sabor vale a pena! Usei esta receita, e desta vez, ao invés de esquentar o leite, preferi passar tudo pelo liquidificador. Não sei se isso também interferiu na textura, mas o fato é que ficou muito bom.

Ingredientes (para 1,5 litro):
2 xícaras de leite integral
1 caixinha de 200 g de creme de leite (ou 1 xícara de creme de leite fresco)
400 g de doce de leite cremoso
1/8 de colher (chá) de essência de baunilha
1/3 de xícara de castanhas de caju picadas (opcional)

Bata todos os ingredientes no liquidificador até ficar homogêneo. Ou: esquente o leite e o creme de leite (se for o fresco) até começar a ferver. Desligue o fogo e junte o doce de leite até derreter. Junte a baunilha e misture bem. Em ambos os casos, leve a mistura para a geladeira por algumas horas até que possa ir para a sorveteira.

Fonte: Smitten Kitchen.

20

Pão Integral


Eis aqui um pão que deve agradar até quem não gosta de pães integrais. Ele é saboroso, um pouco docinho, com textura bem macia, como se fosse um bolo, mas sequinho o suficiente para ser considerado pão. Eu já o faço aqui em casa há um tempo, mas não tinha fotografado ainda. Uma vez dei um para um casal amigo e agora eles estão viciados, fazem esse pão sempre.
A receita original é para 3 pães, mas da última vez que fiz preparei um terço da receita, que é como deixo aqui, pra quem quiser preparar apenas 1 pão. O que não significa que é a melhor alternativa, já que esse pão é ótimo para congelar as fatias. Quem primeiro publicou essa delícia foi a Karen e ela o modelou em pães de hambúrguer, o que também já fiz e fica ótimo.

Ingredientes:
1/3 de xícara de óleo vegetal
1 ovo
1 colher (chá) de sal
1/3 de xícara de açúcar mascavo
1 xícara de água morna
1/3 de xícara de farelo de trigo
1/3 de xícara de gérmen de trigo
2/3 de xícara de farinha de trigo integral fina
2/3 de xícara de aveia em flocos (usei flocos finos)
2/3 de colher (chá) de fermento biológico seco
Entre 200 e 300 g de farinha de trigo comum

Misture primeiro o óleo, o ovo, o sal e o açúcar. Junte então a água morna, o farelo e o gérmen e misture bem. Adicione o fermento, o trigo integral e a aveia e incorpore tudo. Em seguida vá adicionando a farinha comum até ficar uma massa dura, difícil de misturar com a colher. Sove por 10 minutos numa superfície enfarinhada. Como eu fiz na batedeira planetária, primeiro fui juntando os ingredientes na ordem, usando o batedor de massas leves. Na hora de adicionar o trigo comum troquei pelo batedor de massas pesadas. Usei uns 200 gramas de farinha, deixei batendo um pouco e depois sovei um pouco com as mãos. A massa é levemente grudenta. Leve a massa para crescer numa vasilha untada com óleo e coberta por filme plástico (usei um pano úmido). A idéia é dobrar de tamanho – dependendo da temperatura ambiente isso leva de 1 a 2 horas (uma dica é colocar num local onde não haja corrente de ar). Unte com um pouquinho de óleo uma fôrma de bolo inglês e deite a massa nela (forme um rolo com ela para que distribua bem). Cubra novamente e deixe crescer até alcançar o nível de altura da fôrma. Leve ao forno médio preaquecido por 25-40 minutos. Dá pra perceber que está pronto pelo cheiro e pela cor, mas cuidado, pois a massa crua já é escura. Como ele tem uma textura macia, semelhante a bolo, eu faço um teste enfiando uma faca pra ver se sai limpa, depois de 25 minutos de forno.

Fonte: Pecado da Gula.

31

Bolo de Cuscuz da Lica


Sabe aqueles bolos que você tem que se segurar pra não comer o terceiro pedaço? Esse é um deles. Acrescentei apenas umas raspas de tangerina à massa e deu um perfume e sabor bem marcantes, gostei muito.

Ingredientes (xícara de 200 ml):
4 ovos
1 xícara de leite
3/4 de xícara de óleo de milho (usei de girassol)
1 e 1/2 xícara de açúcar
4 colheres (sopa) de queijo ralado
50 g de coco ralado
1 e 1/2 xícara de farinha de milho
Raspas de uma tangerina (opcional)
1 colher (sopa) de fermento em pó

Coloque todos os ingredientes no liquidificador (com exceção do fermento e das raspas) na sequência acima e bata até ficar homogêneo. Despeje a massa numa vasilha e incorpore delicadamente o fermento e as raspas. Leve para assar em forno médio preaquecido (180°), numa assadeira untada com bastante manteiga até que fique bem dourado e passe no teste do palito (usei uma assadeira pequena redonda, levou uns 40 minutos para assar no meio).

Fonte: Feijão no Prato.

30

Pão de Pesto


Quando vi esse pão no blog da Letrícia fiquei fascinada e ele foi o motivo maior de eu ter preparado o pesto. Agora aqui está meu resultado. Segui exatamente a receita, só esqueci de amornar a água, o que não fez diferença, já que por aqui o clima anda bem quente. Sobre o recheio nem preciso falar, a massa é uma das mais macias que já fiz e com a casca bem crocante, então, perfeito.

Ingredientes:
270 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de açúcar refinado
1 colher (chá) de fermento biológico seco instantâneo
25 ml de azeite de oliva
175 ml de água morna
3 colheres (sopa) de molho pesto

Peneire a farinha e o sal em uma tigela grande. Adicione o açúcar e o fermento e misture. Faça um buraco no centro e adicione o óleo e 100 ml da água morna. Comece a misturar, adicionando aos poucos o restante da água até que se forme uma massa macia (pode não ser necessário usar toda a água).
Despeje a massa numa superfície de trabalho enfarinhada e sove até que fique lisa e elástica. Forme uma bola com ela e disponha-a numa tigela levemente untada. Cubra com um pano de prato levemente umedecido e deixe crescer até dobrar de volume em um lugar sem corrente de ar.
Depois que a massa crescer, extraia o ar dela dando-lhe uns apertões. Abra-a na sua superfície de trabalho com o auxílio de um rolo de massa até formar um retângulo de 30 x 20 cm. Espalhe o molho pesto sobre a massa e enrole-a pelo lado mais estreito, formando um rocambole.
Coloque a massa em uma forma de bolo inglês devidamente untada. Cubra com um pano de prato e deixe crescer até dobrar de volume novamente. Enquanto isso, preaqueça o forno a 220ºC.
Asse o pão por 25 a 30 minutos ou até que ele fique crescido e moreninho (polvilhei o meu com parmesão ralado antes de assar).

Fonte: No Calor do Fogão.