18

Pão de Ervas e Espinafre

Para aproveitar a outra parte de espinafre que eu tinha, resolvi fazer um pão: eu tinha guardado essa antiga receita da Agdá e é simplesmente maravilhosa! Fiz tudo no processador e eu gosto de acreditar que quem tem um não precisa de máquina de pão. O pão fica com uma textura incrível, macia mas firme ao mesmo tempo. Não usei todas as ervas indicadas na receita, mas eu tinha ervas de Provença, orégano, salsinha seca e pimenta calabresa. Provavelmente eu farei essa massa muitas e muitas vezes, com diversos recheios.

Ingredientes:
Massa:
1/4 xícara (chá) de água morna
1 colher (sopa) de açúcar
2 e 1/2 colheres (chá) de fermento biológico seco

3/4 xícara de água morna
2 colheres (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
Pitada de manjericão seco
Pitada de orégano seco
Pitada de salsinha seca
Pitada de tomilho seco
Pitada de alecrim seco
Pitada de pimenta-do-reino
Pitada de pimenta calabresa em flocos
1 colher (chá) de sal

Recheio:
1 colher (sopa) de azeite de oliva
2 dentes de alho, amassados e picados
1 cebola média, picada
250 g de espinafre fresco, cozido no vapor e espremido (usei 200g do congelado)
Sal a gosto

Para a massa, misture os 3 primeiros ingredientes e deixe descansar em lugar abafado por 10 minutos. No meu caso eu coloquei no processador e deixei fechado com o pilão pelo tempo indicado. Vá juntando os demais ingredientes e misture tudo (no processador é só juntar tudo e colocar na velocidade baixa com o acessório de massas). Se fizer manualmente, é só sovar um pouco – no processador vai se formar uma bola uniforme. Deixe a massa descansar por 1 hora numa tigela coberta por um pano.
Enquanto isso, prepare o recheio: refogue o alho e a cebola no azeite, juntando depois o espinafre (não usei o alho e a cebola, mas um tempero caseiro que leva os dois). Adicione o sal, retire do fogo e deixe esfriar.
Depois de 1 hora, desinfle a massa e deixe-a coberta na bancada por mais 10 minutos. Depois é só abri-la com um rolo, formando um retângulo. Espalho o recheio por sobre a massa aberta e enrole-a como um rocambole, fechando as pontinhas e arrumando-a numa forma de bolo inglês com a junção pra baixo (untei a forma com 1 gota de azeite). Cubra novamente e leve para crescer por mais 1 hora. Leve ao forno preaquecido por 45 minutos (180°). O meu assou entre 35-40 minutos. Ao retirar do forno, pincele com um pouquinho de azeite de oliva. Deixe descansar por 10 minutos antes de desenformar e esfrie sobre uma grelha.

Fonte: Pão de Espinafre – Agdá.

17

Bolo de Laranja e Sementes de Papoula


Esse bolo é a cara da Patricia do Technicolor Kitchen e eu podia jurar que ela já tinha feito, afinal é uma receita cítrica e é da Donna Hay, mas foi só impressão mesmo. Ele fica super fofinho e a calda é uma delícia, mas acho que fica mais legal usar a calda só mesmo na hora de servir, afinal tanta umidade acaba diminuindo a validade do bolo. Ele não é muito doce, mas a caldinha dosa o nível de doçura desejado e o gosto de laranja fica bem evidente.

Ingredientes
Bolo:
1/3 de xícara de sementes de papoula
3/4 de xícara de leite
200 g de manteiga em temperatura ambiente
1 colher (sopa) de raspas de laranja ralada fina
3/4 de xícara de açúcar
3 ovos
2 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 colher (chá) de fermento em pó
1/2 xícara de suco de laranja espremido na hora

Calda:
1 xícara de açúcar
1 xícara de suco de laranja espremido na hora
1/2 xícara de raspas de laranja

Preaqueça o forno em 160° (forno baixo). Misture o leite e as sementes de papoula e reserve. Bata a manteiga, as raspas e o açúcar na batedeira, até que fique branco e cremoso. Vá adicionando os ovos, um de cada vez, sempre batendo bem a cada adição. Peneire a farinha e o fermento por sobre a massa e adicione o suco de laranja e a mistura de leite e papoula. Incorpore tudo com o auxílio de uma colher ou espátula e despeje sobre uma forma funda redonda de 20 cm, forrada com papel manteiga (usei uma rasa de 22 cm). Asse por 55-60 minutos ou até que passe no teste do palito.
Enquanto o bolo assa, prepare a calda: misture os ingredientes numa panela pequena sobre fogo baixo e mexa até o açúcar dissolver. Aumente o fogo e ferva por 5 minutos ou até engrossar levemente, formando uma calda rala.
Jogue metade da calda sobre o bolo ainda quente e vá adicionando a gosto nas fatias, ao servir.

Fonte: Modern Classics, Book 2 – Donna Hay.

9

Torta de Crepes com Espinafre


Um espinafre congelado e uma paciência extra me renderam essa receita deliciosa. É bem simples de fazer, só precisa ter um tempo e calma pra fazer cada passo. É daquelas pra se fazer com amor. Originalmente ela leva bacon, mas eu substituí por azeitonas para que o prato ficasse vegetariano e mais leve. E ficou mesmo bem leve, ótima opção para o jantar.

Ingredientes:
Massa de Crepes (rende cerca de 25 crepes finos):
2 xícaras de farinha de trigo
3 xícaras de leite
4 ovos
1/4 de xícara de azeite
Sal a gosto (coloquei 1 colher de chá cheia)
2 colheres (chá) de fermento em pó

Molho branco:
2 colheres (sopa) de manteiga
1/4 de xícara (chá) de farinha de trigo
3 xícaras (chá) de leite.

Creme de espinafre:
6 xícaras (chá) de folhas de espinafre lavadas (usei 200 g de espinafre congelado)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Suco de 1 limão pequeno
1 colher (chá) de manteiga
Azeitona a gosto (originalmente são 6 fatias de bacon)
1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado

Começando pelo molho branco: numa panela pequena, coloque a manteiga e a farinha de trigo. Leve ao fogo, mexendo sempre, até começar a dourar. Junte o leite e misture com um fouet para obter um creme uniforme e liso. Reserve.

Creme de Espinafre: em uma panela, leve o espinafre ao fogo, tampe e deixe até murchar (como eu usei congelado, eu apenas escaldei com água e sal até descongelar). Escorra bem e tempere com sal, pimenta-do-reino e o suco de limão (usei um pouco de alho também). Adicione a manteiga e aqueça. No liquidificador, bata esse refogado com 1/4 de xícara do molho branco reservado (se tiver um mixer, fica mais fácil). Pique pequeno as azeitonas e reserve.

Crepes: usei uma frigideira própria para panquecas, de 22 cm, mas pode ser usada qualquer frigideira baixa anti-aderente, untada com um pouco de manteiga. Ponha todos os ingredientes do crepe no liquidificador e bata até obter uma mistura lisa. Aqueça a frigideira, ponha 1/4 de xícara de massa e gire para espalhar bem. Frite de um lado até as bordas ficarem douradas e vire para assar do outro lado.

Montagem: coloque um crepe sobre um refratário do tamanho do crepe e cubra-o com uma camada de creme de espinafre. Mais um crepe e agora o molho branco com um pouco de azeitona. Vá intercalando assim as camadas até usar todo o recheio e cerca de 20 crepes. O último crepe deve ser coberto com o molho branco e com o parmesão ralado (no meu caso usei duas colheres de sopa de requeijão cremoso também). Leve ao forno preaquecido a 180° e deixe gratinar por 15 a 20 minutos. Serve 4 porções.

Fonte: Revista Claudia Cozinha de Julho de 2006.