Pavlova de Chocolate com Framboesas


Acredito que a Pavlova cada vez mais tem se tornado um dos meus doces favoritos. Eu fico feliz quando sobra claras de outra receita pra que eu possa prepará-la. Apesar de ter um sabor tão especial, nada mais é que uma base de merengue coberta com creme e frutas, e leva esse nome por homenagem à bailarina Anna Pavlova. Esta feita com chocolate, portanto, seria, digamos assim, uma versão Odile da sobremesa.

Neste vídeo abaixo a Nigella usa 6 claras, mas o preparo é o mesmo: eu tive que aproveitar o que eu tinha e segui as quantidades da receita que sempre faço. Para que não fique tão bagunçada como a minha, você pode usar o creme batido para cobri-la e usar framboesas bem frescas: as minhas estavam meio sem graça e resolvi esmagá-las um pouquinho. Caso você não tenha framboesas, use morangos ou qualquer outra fruta que combine com chocolate.

Ingredientes:
4 claras
Pitada de sal
250 g de açúcar
2 colheres (sopa) de cacau em pó
2 colheres (chá) de vinagre
50 g de chocolate em barra picado grosseiramente
200 ml de creme de leite (usei de caixinha)
400 g de framboesas (ou outra fruta de sua preferência)

Preaqueça o forno em 180°. Risque um círculo de 20 cm num pedaço de papel manteiga e reserve-o juntamente com uma assadeira. Usando a batedeira, bata as claras com o sal até que forme picos lisos. Com a batedeira ligada, vá jogando o açúcar, em colheradas, até que surja um merengue firme e brilhante. Fora da batedeira, acrescente o vinagre, o cacau peneirado e o chocolate picado. Incorpore com a ajuda de uma espátula, com cuidado. Despeje o merengue com cuidado sobre o papel, formando a base da pavlova, seguindo a linha do círculo e achatando um pouco o topo. Você pode deixar as laterais bem lisas ou formar picos, como queira. Leve ao forno e imediatamente baixe a temperatura para 150°. Deixe assar por cerca de 1 hora: o merengue deverá crescer e ficar bem seco e quebradiço por fora. Desligue o forno, abra a porta e deixe esfriar completamente com a porta do forno aberta.
Retire o papel manteiga da base e aqui você tem duas opções: a Nigella costuma inverter a base e usar o fundo como topo. Eu prefiro deixá-la na mesma posição em que assou, acho que fica mais bonito. Separe a base num prato de servir. Se você for usar creme de leite fresco, bata-o até atingir o ponto anterior ao chantilly. Se usar o de caixinha, simplesmente despeje-o sobre o topo da pavlova: é assim que costumo fazer. Despeje as frutas sobre a pavlova. Se desejar, jogue por cima raspas de chocolate.

Fonte: Nigella Lawson – Programa Forever Summer – Episódio 6, “Brown”.

Anúncios

16 comentários sobre “Pavlova de Chocolate com Framboesas

  1. Uma amoreira récem-plantada aqui em casa está dando sinais de amoras…próxima estação, teremos Pavlova de amoras frescas! forte abraço

    • Ju, não é difícil, amiga, é só bater as claras e misturar tudo, é mais fácil do que parece, rs. Mas não se preocupe, sempre que eu fizer, mando um pedaço! ;D

  2. Lu, acabei de conhecer o seu blog e fiquei em dúvida se deixava um comentário de estréia aqui, ou no post da torta Sacripantina, no biscoitinho Amaretti… são tantas delícias! Enfim, a pavlova é uma das minhas sobremesas preferidas e a sua me deixou com água na boca.
    Adorei o seu blog.
    Beijinhos

    • Fernanda, eu também adorei o seu! Eu sou apaixonada pelas pavlovas, o único defeito delas é que não rendem muito: ou sou eu que como demais? rs Beijinho!

Obrigada pela visita! Deixe um comentário e responderei aqui mesmo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s