22

Torta de Abóbora com Queijo e Tomates


Preciso deixar bem claro que a massa dessa torta é sensacional, tanto em textura como em sabor. O preparo dela é semelhante ao de um bolo, o que talvez não seja muito prático pra algumas pessoas, mas acredite que vale a pena usar a batedeira numa receita salgada. Acabei esquecendo de usar o leite dessa vez, mas fez pouca ou nenhuma diferença.
Ao dizer que a massa é deliciosa, não quero diminuir o papel do recheio, afinal o queijo com tomates refogados no alho também ficou incrível, mas se você quiser tentar a versão original com carne de sol e cebola, fique à vontade.
Quero dedicar essa torta à minha amiga Akemi, do Pecado da Gula, um dos meus blogs preferidos, que comemora 6 anos essa semana e que está recebendo pratos para a comemoração. Espero que goste, querida! Parabéns!


Acredito que agora esteja tudo certo, mas caso haja algum problema com os comentários, me avisem nas postagens anteriores!

Ingredientes:
Massa:
250 g de manteiga
4 gemas
4 claras em neve
50 de queijo parmesão ralado
400 g de abóbora cozida e amassada em consistência de purê
100 ml de leite (não usei)
250 g de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
Pitada de sal (ou a gosto)

Recheio:
1 dente de alho picado ou espremido
1 colher (sopa) de azeite
1 pimentão vermelho sem pele picado
200 g de tomates assados ou tomate seco a gosto picado
100 g de queijo coalho ralado (ou outro queijo de sua preferência)
200 g de creme de leite
Sal e pimenta a gosto, se necessário

Para o recheio, refogue ligeiramente o alho e o pimentão no azeite. Apague o fogo e junte os tomates, o queijo e o creme de leite, misturando tudo. Os tomates assados ou os tomates secos já são temperados, portanto teste o tempero e verifique se precisa de sal e pimenta. Reserve para esfriar enquanto prepara a massa.
Preaqueça o forno em 180°. Unte e polvilhe uma assadeira ou refratário (usei um refratário médio, de 28×18 cm). Na batedeira, bata a manteiga com as gemas e o parmesão por 10 minutos. Acrescente a abóbora, o leite, a farinha de trigo, o sal e o fermento e misture. Com uma espátula, incorpore, com cuidado, as claras em neve. Despeje metade da massa no refratário, distribua o recheio por cima e cubra com a outra metade. Se desejar, polvilhe queijo (não fiz). Leve para assar por 22 a 30 minutos (até que doure e passe no teste do palito).

Fonte: Adaptada de uma receita do Curso de Confeitaria do Senac.

Anúncios
4

Escondidinho Vegetariano

Esse escondidinho foi inspirado nesta receita da Glau e foi a salvação de um dia ruim que tive. Nada como ir pra cozinha fazer o jantar pra esquecer os problemas. E o melhor é que ficou delicioso e dá pra variar bastante, tanto no recheio quanto na cobertura, substituindo a abóbora por qualquer legume que vire purê.

Ingredientes:
Pro purê de abóbora:
1 pedaço de abóbora de sua preferência (a quantidade vai depender da espessura da camada desejada)
1 colher de manteiga
Sal e Pimenta-do-reino a gosto (não usei sal)

Pro refogado de legumes, usei:
Alho e cebola a gosto
Cogumelos picados
Cenoura crua ralada no ralo grosso
Ervilha em lata ou congelada
Azeitona picada

Pra finalizar:
Azeite de oliva
Parmesão ralado

Cozinhe a abóbora e amasse-a para virar um purê. Tempere com manteiga, sal e pimenta-do-reino e reserve. Refogue a cebola e o alho e vá adicionando os legumes de sua preferência, apenas até tudo ficar misturado. Despeje o refogado no recipiente que você irá servir e cubra tudo com o purê de abóbora. Jogue um fio de azeite por cima e polvilhe com parmesão, levando pra gratinar por 15 minutos em forno médio pra alto.

13

Arroz Verde, Carne de Panela e Abóbora Assada


Para participar do evento da Akemi, “Comidinhas do dia-a-dia”, posto aqui algo que faço muito (o arroz verde), algo que faço raramente (carne de panela) e algo que nunca havia feito (abóbora assada). Embora eu não goste muito de arroz, acho ele essencial com carne vermelha e gosto sempre de adicionar a ele algum legume, como cenoura ralada ou milho verde, ou então faço ele assim verdinho. Apesar de gostar muito de abóbora, nunca havia feito assada e ficou muito bom, ainda que eu tenha sido tímida no tempero com medo de ficar exagerado. Tomei como base uma receita do Jamie Oliver e outra da Valentina, ambas picantes. Foi um almoço bem simples e aconchegante.

Arroz verde: a diferença de preparo é somente na água de cozimento, que eu bato no liquidificador com um ramo inteiro de coentro (folhas e talos). Esse arroz combina muito bem com qualquer carne assada, principalmente com frango, e até quem não gosta de coentro se rende.

Para a carne eu uso bifes bem grossos de lagarto (1 kg) e tempero com 1 colher (sopa) de sal, 2 dentes de alho amassados, 1 cebola picada grosseiramente, pimenta-do-reino a gosto e 1/2 xícara de vinagre. Furo a carne e deixo no tempero por 2 horas na geladeira. Depois, frito a carne com um pouco de óleo na panela de pressão, cubro com água e fecho. Depois de chiar, conto 50 minutos. Nessa hora eu abro a panela, retiro o caldo para usar em outra receita (ou então faço um pirão, pra acompanhar) e deixo mais uns minutos na pressão pra carne ficar mais sequinha.

A abóbora que eu usei foi a abóbora-menina, aquela de pescoço, que lembra a butternut squash. Corte a abóbora no comprimento em 8 fatias e arrume-as numa assadeira com óleo ou azeite, sal e pimenta. Acrescente temperos e especiarias: eu usei orégano seco, alho em flocos, páprica doce e chili em pó. Só não usei coentro pois já tinha no arroz e na pressa esqueci de acrescentar 2 pimentas dedo-de-moça. Leve para assar em 200° por cerca de 30 minutos (eu deixei mais pois queria bem macia).

19

Pão de Abóbora


Receitas que levam abóbora sempre me chamam a atenção, e esse pão da Dadivosa me pareceu bem apetitoso. Na hora de preparar bate um desespero porque a massa é bem grudenta mesmo, quase uma cola, mas vale a pena, porque o pão fica bem gostosinho. Só colocaria mais sal, numa próxima vez, pois gosto de pão bem salgado. Leia aqui a receita em prosa dadivosiana, e descubra como a intrepidez e a cisma fazem parte dos ingredientes da receita!

Ingredientes:
3 tabletes de fermento fresco para pão (45 g)
3 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de sal
1/2 xícara de creme de leite fresco (usei iogurte natural)
3 ovos inteiros
1 e 1/2 xícara de abóbora já cozida e passada no liquidificador (eu amassei com um garfo)
6 xícaras de farinha de trigo (numa delas usei farinha integral)
leite para pincelar (usei uma gema)
sementes de papoula para salpicar

Numa vasilha grande, dissolva o fermento com o açúcar com a ajuda de uma colher até que fique líquido. Acrescente o sal, o creme de leite, os ovos e a abóbora. Mexa apenas para homogeneizar um pouco. Aos poucos vá acrescentando a farinha. Comecei usando um fouet, mas quando a massa fica pesada é melhor usar as mãos. A massa deve ficar bem grudenta. Cubra o recipiente com filme plástico ou pano de prato e deixe descansar por meia hora. Transfira a massa para duas formas de bolo inglês (27 x 11) previamente untadas com óleo. Cubra novamente e deixe crescer por uma hora ou até dobrar de volume: é bom usar filme plástico pra evitar que transborde. Pincele os pães com leite ou gema, salpique sementes de papoula a gosto e leve ao forno preaquecido em 180° por cerca de 40 minutos (tirei os meus um pouquinho antes).

Fonte: Dadivosa.

18

Torta de Abóbora

Assim como a farofa da Patricia, essa torta da Eliana ficou martelando na minha cabeça até eu comprar uma abóbora e fazê-la. E ela correspondeu exatamente à minha fantasia, realmente uma delícia, inclusive o toque da Eliana com a pimentinha e a salsa foram de mestre. A minha não ficou tão amarelinho queimado (ou seja, cor de abóbora) como a da Eliana, acho que a minha moranga estava um pouco desbotada, mas o sabor estava demais.
Na hora de fazer a massa achei estranho não ter sal e coloquei uma colher de chá. Depois lembrei que tinha caldo salgado na receita, mas já era tarde. O bom é que não danificou a torta, pelo menos pra mim, que sou muito chegada num salzinho, mas é bom ter cuidado.

Ingredientes:
1 xícara de leite
1 xícara de óleo
3 ovos
2 envelopes de caldo de legumes em pó (originalmente de carne)
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
500 g de abóbora (jerimum) cozida no vapor*
200 g de mozarela em fatias
1 pimenta dedo de moça
2 colheres (sopa) de salsinha picadinha

*Se você cozinhar a abóbora na água deixe escorrer bem numa peneira antes de amassar.

Bata no liquidificador o leite, o óleo, os ovos e o caldo. Acrescente aos poucos a farinha de trigo e por último, o fermento. Bata até que fique homogêneo. Transfira a mistura para um recipiente e junte a abóbora amassada com um garfo, pimenta picadinha e a salsinha. Coloque metade da massa em uma assadeira (usei de 24 cm) untada e enfarinhada. Disponha as fatias de mozarela e cubra com o restante da massa. Leve ao forno preaquecido por aproximadamente 35 minutos.

Fonte: Sabores da Lica.