0

Sopa de Tomate e Arroz da Nigella

Essa receita da Nigella fica entre um risoto e uma sopa e é muito prática e saborosa. Conheci através da Eliana, em seu antigo blog, há bons 10 anos atrás.

1 xícara (chá) de arroz basmati (funciona com arroz comum também)
1 lata de tomate pelado
3 xícaras de água ou caldo de legumes
1 cebola pequena picada
1 dente de alho picado
3 colheres (sopa) de azeite
Sal e pimenta a gosto
Parmesão ralado para polvilhar

Refogue a cebola e o alho no azeite. Junte o tomate e mexa bem para que os pedaços fiquem menores. Acrescente o arroz, a água e o sal e mexa de vez em quando, até que o arroz fique cozido. Sirva quente com azeite e parmesão ralado.

Anúncios
20

Salada 7 cereais com Cebola Dourada

Essa é uma ótima refeição vegana que você pode preparar em 30 minutos e ficar bem satisfeito. Usei o que eu tinha em casa, mas ela pode variar de inúmeras formas, sempre usando, além do 7 cereais: uma ou mais verduras cruas raladas; um ou mais grãos como feijão, ervilha, grão-de-bico ou lentilha; e proteínas, como castanha-do-pará, gergelim, coco ralado… a ideia é ter pelo menos um elemento de cada, para que ela fique rica e sirva como prato único.

Ingredientes (4 porções):
1 xícara de 7 cereais integrais (mix de arroz e outros cereais)
3 xícaras de água ou caldo de legumes
1 xícara de cenoura crua ralada
1 xícara de milho verde cozido
1 xícara de amêndoas levemente tostadas (poderia ser qualquer tipo de castanha picada)
1 cebola roxa cortada em meias-luas
Sal e pimenta a gosto
Azeite de oliva extra-virgem a gosto
Gotinhas de limão ou vinagre de vinho branco
Cebolinha picada a gosto (poderia ser salsa ou coentro)

Leve a água ou o caldo ao fogo alto. Quando ferver, acrescente o 7 cereais e tempere a gosto, se for o caso (como usei caldo, não coloquei nada, nem sal). Deixe cozinhar por cerca de 30 minutos, observando se precisa de mais água. Doure as cebolas numa frigideira em fogo alto com um pouco de azeite: a ideia é caramelizar um pouco, mas ainda deixando-as crocantes. Reserve. Quando o arroz estiver cozido e seco, deixe-o descansar por 5 minutos para liberar um pouco a umidade. Monte a salada misturando o arroz, a cenoura, o milho, as amêndoas e a cebola dourada. Tempere com sal e pimenta, se necessário (usei só um pouco de pimenta). Pingue algumas gotas de limão ou vinagre sobre a salada. Finalize com um fio de azeite e cebolinha picada.

Fonte: Inspirada nesta salada da Faby, do Pimenta no Reino.

12

Paella Vegetariana [Vegana]


A limitação sempre se provou ser uma grande fonte de criatividade e é uma das coisas que me leva às receitas vegetarianas: o desafio de preparar algo com sabor sem apelar para o óbvio. Claro que, sendo uma vegetariana não-praticante, a tentação pela liberdade é maior, mas esse exercício tem sido bom pra mim. E se os amigos topam experimentar, melhor ainda!
Nessa paella caberiam vários outros ingredientes e algumas coisas que usei em conserva gostaria de ter usado na forma fresca, mas infelizmente tive que me virar com o que tinha perto de casa. Adoraria ter usado grão-de-bico e vagem, por exemplo, então é uma receita em que você vai colocando o que couber no gosto e na panela.

Ingredientes (6-8 porções):
500 g de arroz
Azeite para refogar
2 cebolas em rodelas finas
4 dentes de alho picados
1 pimentão vermelho em rodelas finas
1 pimentão verde em rodelas finas
1 pimentão amarelo em rodelas finas
1 cenoura em rodelas finas
100 g de tomate seco picado
500 g de ervilha congelada
200 g de milho verde
200 g de aspargos
150 g de cogumelos
200 g de azeitonas
200 g de castanha-de-caju
1/2 colher (sopa) de açafrão da terra (cúrcuma)
1 litro de caldo de legumes quente
Sal a gosto

Use uma panela grande, de preferência própria para paella (usei uma panela alta e grande, misto de paella e wok, de 36 cm por 11 cm de altura). Refogue a cebola no azeite. Junte o alho e refogue. Acrescente os pimentões, a cenoura e o tomate seco, sempre refogando a cada adição, formando a base da receita. O açafrão pode ser acrescentado nessa hora também (ou misturado ao caldo de legumes, especialmente se você quiser usar o açafrão em pistilo). Junte o arroz e misture bem para que ele tome o sabor de tudo. Acrescente a ervilha, o milho e qualquer outro ingrediente que você queira cozinhar junto com o arroz. Adicione o caldo, tempere com sal, misture bem e tampe. Na metade do cozimento do arroz, junte boa parte das castanhas-de-caju e azeitonas, misture levemente e tampe novamente. Próximo ao arroz ficar cozido, distribua por cima os aspargos e o cogumelo, bem como o que restou da castanha e das azeitonas. Termine com rodelas de pimentão e cebola. Sirva na própria panela.

2

Risoto de Ervilha Torta


Apesar de não ser fã do arroz de cada dia, acho os risotos deliciosos: têm o conforto de uma sopa e a praticidade de uma macarronada. Esse eu fiz me baseando em uma receita aqui e ali, mas principalmente depois de ter assistido a um episódio do “Refeições de Jamie Oliver em 30 minutos” em que ele prepara um risoto. No momento, as receitas rápidas e simples estão me ganhando.

Ingredientes:
200 g de ervilha-torta limpa e cortada em pedaços médios (retire os fios laterais)
1 talo de aipo picado
1 cebola pequena picada
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 xícara de arroz para risoto (usei arbóreo)
1/2 xícara de vinho branco
800 ml de caldo de legumes (ou de água, se usar um cubo)
Uma pitada de alecrim ou tomilho
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Parmesão ralado a gosto (no mínimo 1/2 xícara)
1 colher (sopa) cheia de manteiga

Deixe os ingredientes separados e prontos pra serem usados. O caldo ou a água devem estar quentes, numa panela em fogo baixo. Numa caçarola alta, refogue a cebola e o aipo no azeite até que fiquem perolados, em fogo médio. Junte o arroz e refogue um pouco, mexendo bem. Junte o vinho e deixe que ele seja absorvido pelo arroz. Em seguida, adicione uma concha de caldo (ou um cubo de caldo de legumes com uma concha de água quente), mexa bem e deixe que tudo seja absorvido pelo arroz antes de colocar mais uma concha. Vá acrescentando uma concha por vez, mexendo bem e deixando que o arroz absorva tudo. Quando o arroz estiver quase al dente, junte a ervilha torta e misture, temperando com ervas, sal e pimenta a gosto, se necessário. É bom ter água quente extra caso o arroz seque muito. Quando o arroz estiver no ponto, junte a manteiga e o parmesão e mexa bem, adicionando um pouco de água, se precisar. O risoto deve ficar bem cremoso e escorregadio. Sirva na hora.

13

Arroz Verde, Carne de Panela e Abóbora Assada


Para participar do evento da Akemi, “Comidinhas do dia-a-dia”, posto aqui algo que faço muito (o arroz verde), algo que faço raramente (carne de panela) e algo que nunca havia feito (abóbora assada). Embora eu não goste muito de arroz, acho ele essencial com carne vermelha e gosto sempre de adicionar a ele algum legume, como cenoura ralada ou milho verde, ou então faço ele assim verdinho. Apesar de gostar muito de abóbora, nunca havia feito assada e ficou muito bom, ainda que eu tenha sido tímida no tempero com medo de ficar exagerado. Tomei como base uma receita do Jamie Oliver e outra da Valentina, ambas picantes. Foi um almoço bem simples e aconchegante.

Arroz verde: a diferença de preparo é somente na água de cozimento, que eu bato no liquidificador com um ramo inteiro de coentro (folhas e talos). Esse arroz combina muito bem com qualquer carne assada, principalmente com frango, e até quem não gosta de coentro se rende.

Para a carne eu uso bifes bem grossos de lagarto (1 kg) e tempero com 1 colher (sopa) de sal, 2 dentes de alho amassados, 1 cebola picada grosseiramente, pimenta-do-reino a gosto e 1/2 xícara de vinagre. Furo a carne e deixo no tempero por 2 horas na geladeira. Depois, frito a carne com um pouco de óleo na panela de pressão, cubro com água e fecho. Depois de chiar, conto 50 minutos. Nessa hora eu abro a panela, retiro o caldo para usar em outra receita (ou então faço um pirão, pra acompanhar) e deixo mais uns minutos na pressão pra carne ficar mais sequinha.

A abóbora que eu usei foi a abóbora-menina, aquela de pescoço, que lembra a butternut squash. Corte a abóbora no comprimento em 8 fatias e arrume-as numa assadeira com óleo ou azeite, sal e pimenta. Acrescente temperos e especiarias: eu usei orégano seco, alho em flocos, páprica doce e chili em pó. Só não usei coentro pois já tinha no arroz e na pressa esqueci de acrescentar 2 pimentas dedo-de-moça. Leve para assar em 200° por cerca de 30 minutos (eu deixei mais pois queria bem macia).