4

Barrinhas de Geléia e Amêndoas do Bill


Ao assistir esse episódio do Bill’s Holiday, fiquei morrendo de vontade de fazer essas barrinhas com geléia de framboesa. Não são muito doces e a massa é simplesmente divina, vou usá-la em outras receitas de tortas e biscoitos. Não deu pra tirar uma foto decente, mas deixo aqui o vídeo do Bill fazendo essa receita maravilhosa e perfumada.

Ingredientes:
200 g de manteiga (separe 50 g para a cobertura e 150 g para a massa)
Amêndoas em lâminas (quanto baste, o suficiente para cobrir uma assadeira média)
1 fava de baunilha (ou 2 colheres (chá) de extrato)
100 g de açúcar (massa) + 1/4 de xícara de açúcar (cobertura)
2 colheres (sopa) de leite
40 g de amido de milho
220 g de farinha de trigo
Geléia de framboesa (quanto baste, usei um pote pequeno inteiro) ou outra geléia de sua preferência

Comece pela cobertura: aqueça os 50 g de manteiga, acrescente as amêndoas, 1/4 de xícara de açúcar, a fava da baunilha cortada no comprimento e liberada as sementes (ou 1 colher de chá de extrato) e o leite. Mexa em fogo baixo até ficar levemente caramelado. Reserve para esfriar e retire a fava.
Para a massa, bata numa batedeira (com a pá, se possível), os 150 g de manteiga com os 100 g de açúcar e o que sobrou da fava de baunilha (ou mais 1 colher de chá de extrato), até ficar homogêneo. Aos poucos acrescente o amido e o trigo, peneirando, batendo a cada adição.
Distribua a massa numa assadeira média forrada com papel manteiga, com o auxílio das mãos. Leve para assar em forno pré-aquecido em 180°, por 12 minutos, para dourar um pouco.
Quando a massa estiver fria, espalhe a geléia sobre ela e depois cubra tudo com a cobertura de amêndoas, apertando ligeiramente. Forno mais uma vez por 25 minutos. Para servir, corte em barrinhas.

Fonte: Bill’s Holiday, Episódio “South East Pastures”.

35

Barrinhas de Butterscotch e Chocolate


Não me dou muito bem com esse tipo de receita: geralmente a aparência não fica muito boa, alguma coisa dá errado, mas eu insisto porque sei que certas coisas só vêm com a experiência. O que mais gostei nestas barrinhas foi a camada de butterscotch, que é uma espécie de caramelo. Ficou bem gostosa com as castanhas. Mas a base ficou muito quebradiça, não sei se assou demais ou de menos, mas tem sabor de biscoito de chocolate. No geral, gostei, é bem gostoso, mas não fiquei totalmente satisfeita.

Ingredientes:
Base de chocolate:
225 g (2 xícaras) de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó
115 g (1/2 xícara) de manteiga sem sal em cubos
50 g (1/4 de xícara) de açúcar mascavo
150 g de chocolate meio-amargo derretido
2 colheres (sopa) de amêndoas moídas

Camada de Butterscotch:
175 g (3/4 de xícara) de manteiga sem sal
115 g (1/2 xícara cheia) de açúcar
2 colheres (sopa) de glucose de milho (mel Karo)
3/4 de xícara de leite condensado
150 g (1 e 1/4 de xícara) de avelãs inteiras tostadas (usei castanhas-de-caju)

Cobertura:
225 g de chocolate meio-amargo

Preaqueça o forno em 160°. Unte uma assadeira de 30 x 20 cm. Numa tigela grande, peneire juntos a farinha de trigo e o fermento. Junte a manteiga e misture com a ponta dos dedos, fazendo uma espécie de farofa grossa. Incorpore o açúcar à essa mistura. Acrescente o chocolate e as amêndoas, misturando com as mãos até formar uma massa homogênea e lisa. Pressione essa mistura na superfície da assadeira untada de modo que fique nivelada. Faça vários furos com um garfo sobre a massa e leve pra assar por cerca de 25-30 minutos. Deixe esfriar na assadeira.
Para a camada de butterscotch, junte a manteiga, o açúcar, a glucose de milho e o leite condensado numa panelinha. Leve ao fogo médio e mexa até a manteiga e o açúcar derreterem. Deixe ferver e mexa ocasionalmente, até que fique dourado. Acrescente as avelãs e misture bem. Despeje por sobre a base de chocolate, de modo que fique nivelada e deixe descansar.
Para a cobertura, derreta o chocolate em banho-maria ou no microondas e despeje sobre a camada de butterscotch. A receita não pede, mas talvez seja indicado temperar o chocolate antes de usá-lo como cobertura. Deixe descansar (ou esfriar) antes de cortar em barrinhas.

Fonte: Afternoon Tea – Molly Perham.

20

Paçoca Fria de Castanha


Apesar de ter começado uma pequena dieta devido aos excessos de julho, não resisto a fazer algo doce de vez em quando. Além disso, aqui em casa sempre temos muita castanha de caju e essa receita é muito boa para aproveitá-las. Originalmente é feita com amendoim, mas não lhe sou muito fã. Fiz a receita normalmente, mas peguei uma parte da massa e adicionei flocos de arroz, colocando em forminhas de muffins, só pra testar. Acredito que dá pra fazer em vários formatos, dependendo de que tipo de forminhas se tenha em casa. A textura é macia, apesar da aparência de tijolinho (com amendoim deve ficar mais sequinha).

Ingredientes:
1/2 kg de castanha-de-caju torrada (ou amendoim)
1 pacote (200 g) de biscoito tipo maisena
1 colher (sopa) de margarina
1 pitada de sal
1 lata de leite condensado
Flocos de arroz a gosto (opcional, sugestão minha)

Triture a castanha (ou amendoim) e os biscoitos (pode ser no liquidificador). Numa vasilha, misture a farofa obtida com a margarina, o sal e o leite condensado. Incorpore bem, até ficar homogênea. A massa fica uma bola um pouco pesada. Unte um refratário retangular com margarina e espalhe a massa sobre ele, de forma a cobri-lo. Com a ajuda de uma faca ou colher molhada, acerte a massa para que fique nivelada. Leve à geladeira até o dia seguinte. Corte em quadradinhos e conserve em geladeira.

Fonte: Recebi por e-mail da minha amiga Fátima Teles.

10

Barras de Sour Cream com Cobertura Streusel


Na sexta-feira, quase sempre reúno alguns amigos aqui em casa de tardinha para a noite e eles geralmente são minhas cobaias culinárias. Ontem, além da receita aqui relatada, repeti uma pizza com a massa de pissaladière da Fer, eu não consigo mais testar outra massa quando penso que essa não precisa sovar, além de ser uma delícia, é claro.
Bom, mas essas barrinhas são mesmo uma coisa: muito macias e úmidas. Os pedaços derretem na boca. Corrijam-me se eu estiver errada, mas streusel é um tipo de cobertura usada em bolos (geralmente coffeecakes) que leva açúcar, canela e manteiga e às vezes farinha de trigo e/ou algum tipo de castanha. É uma receita pra quem gosta de doce. Sugiro que você prepare para seus amigos magros: você tira um pedacinho pra você, uma migalha para o marido e farta seus comensais.

Ingredientes:
Massa:
115 g de manteiga
150 g de açúcar
3 ovos
175 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de fermento em pó
250 ml de sour cream (veja abaixo)

Sour cream:
Misture 250 ml de creme de leite fresco com 1 colher de sopa de sumo de limão numa tigela de vidro por 10 a 30 minutos em temperatura ambiente até engrossar. Se não for usar na hora, guarde na geladeira (receita da Scarpin).

Cobertura:
175 g de açúcar mascavo escuro
2 colheres (chá) de canela em pó
115 g de nozes picadas
50 g de manteiga em pedaços

Preaqueça o forno em 180°. Unte e forre uma forma quadrada de 23 cm (usei uma retangular de 20 x 26) com papel manteiga, untando por cima do papel também. Reserve. Para a cobertura, junte o açúcar, a canela e as nozes numa vasilha. Misture com a ponta dos dedos, depois adicione a manteiga e continue trabalhando a massa até que fique uma farofa úmida. Reserve.
Para a massa, bata a manteiga na batedeira até ficar macia. Adicione o açúcar e continue batendo até a mistura ficar leve e fofa. Adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem a cada adição.
Peneire juntos a farinha de trigo, o bicarbonato e o fermento três vezes. Junte à mistura de manteiga em três porções, revezando com o sour cream. Mexa bem depois de cada adição (sugiro que a última porção seja de farinha). Ponha metade da massa dentro da forma e salpique a metade da cobertura por cima. Ponha a outra metade e salpique o resto da cobertura. Asse por cerca de 60 minutos (o meu assou em 40) até que fique com uma cor marrom dourado. Deixe descansar por 5 minutos antes de desenformar para esfriar. Corte em barras ou quadradinhos.

Fonte: Afternoon Tea – Molly Perham.

6

Barras de Cheesecake com Licor

É a segunda vez que faço essas barrinhas, pensando que dessa vez sairia melhor, mas nem tanto assim. Da primeira vez, por falta de atenção, usei apenas 1 potinho de cream cheese ao invés de 2 e fiquei achando que tinha traduzido algo errado da receita da Nic. O engraçado é que ficou saboroso, fiz com licor de ameixa e ficou divino, mas sabia que a textura não estava certa. Dessa vez fiz tudo certinho (a substituição do half & half por creme de leite comum não deve fazer muita diferença), mas o sabor não me agradou tão somente por causa do licor de capuccino que utilizei. A base de chocolate é maravilhosa, ela foi o motivo que me fez repetir a receita, acredito que dá pra usá-la em outras coisas. A Nic sugere uma assadeira grande e, apesar de eu ter obedecido, penso se não ficaria melhor numa assadeira média, já que não foi fácil distribuir a massa da base – pouca massa pra muita superfície – mas depois que assa, parece fazer sentido.

Ingredientes:
Base:
1/3 xícara de açúcar
1/2 xícara (100 g) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 e 1/4 xícara de farinha de trigo
1/4 xícara de chocolate em pó (usei cacau)
1/4 de colher (chá) de sal

Cheesecake:
1/2 xícara de açúcar
1/4 de xícara de creme de leite
1/2 xícara de Bailey’s Caramel* (usei licor de capuccino)
440 g de cream-cheese (não pode ser light), em temperatura ambiente
3 ovos grandes em temperatura ambiente
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 colher (chá) de essência de baunilha

Preaqueça o forno em 180°. Unte uma assadeira retangular grande. Comece com a base. Na batedeira, bata o açúcar e a manteiga até ficar um creme leve. Peneire juntos a farinha, o chocolate e o sal numa outra vasilha. Vá acrescentando aos poucos a mistura de farinha e misturando com uma colher de pau (a Nic usou a batedeira em velocidade baixa, mas acho a massa muito pesada pra uma batedeira comum). Estará no ponto quando a farinha tiver sido totalmente incorporada. Espalhe na assadeira, com a ajuda de uma espátula ou a ponta dos dedos, pra que fique nivelada e asse por 15 a 17 minutos.
Enquanto a base assa, junte o açúcar, o creme, o licor e o cream cheese no recipiente do processador e processe até ficar liso. Adicione os ovos, um por vez, batendo bem antes de acrescentar o próximo. Depois a farinha de trigo e a baunilha.
Despeje essa mistura sobre a base ainda quente, quando esta terminar de assar. Volte a assadeira ao forno e asse por 22 a 26 minutos, até que firme (dê uma leve batidinha na assadeira para tirar a prova).
Deixe esfriar completamente ou refrigere antes de partir (não se preocupe se o cheesecake murchar enquanto esfria). Guarde na geladeira. Rende de 16 a 20 barras.

Fonte: Baking Sheet.