4

Crumble de Pêras e Blueberries [Sem Glúten]

Não me surpreendi ao constatar que essa versão fica até mais saborosa do que a receita que costumo fazer e que serviu de base pra esta. Sementes e castanhas são excelentes substitutos no crumble justamente por serem mais crocantes. Caso queira, o açúcar pode ser diminuído, especialmente se as frutas que você usar estiverem doces. Para fazer a farinha sem glúten, você pode usar uma mistura de castanhas e sementes da sua preferência, eu usei o que eu tinha em casa. Eu não testei, mas pode ser usada uma parte de amido de milho ou farinha de arroz também.

Ingredientes:
6 pêras (usei portuguesas)
200 g de blueberries (opcional)
1 colher (chá) de canela (pode ser opcional, se quiser menos canela)
Farofa doce (crumble):
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 e 1/4 de xícara de farinha sem glúten*
1 colher (chá) de fermento (sem glúten, observe a embalagem)
1 ovo

*Farinha sem glúten:
2 colheres (sopa) de semente de linhaça
2 colheres (sopa) de quinoa em flocos
2 colheres (sopa) de gergelim
O quanto baste de amêndoas ou outro tipo de castanha

Cobertura:
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de canela
1 colher (sopa) de manteiga derretida

Preaqueça o forno em 160°. Prepare primeiro a farinha: bata no liquidificador quaisquer sementes que você queira usar com um bom punhado de amêndoas suficiente para que a mistura renda pouco mais de uma xícara. Deixe o mais fina que puder.
Misture todos os ingredientes do crumble, inclusive a farinha preparada, e reserve. Fica parecido com areia molhada.
Corte as pêras em cubos, misture-as com as blueberries e a canela e despeje tudo sobre um refratário untado com manteiga. Cubra as frutas com a farofa, distribuindo bem, fazendo uma camada, sem misturar. Para a cobertura misture o açúcar e a canela e salpique por cima. Por último despeje a manteiga por cima de tudo. Leve para assar por 1 hora. Sirva com sorvete de creme.

15

Muffins de Blueberries e Baunilha [Massa Básica]


Sempre que encontro blueberries pra vender eu já penso logo em muffins. É uma limitação minha, mas eu não resisto. Adoro quando as frutinhas explodem no forno e ‘sangram’ a massa. Esta é uma receita antiga da Valentina que me serve sempre que quero um muffin perfeito pois ela é básica para qualquer coisa que você quiser usar: gotas de chocolate, passas, cranberries secas, castanhas, raspas de limão ou laranja… Além disso, a textura dela fica bem macia, parecida com a de bolo. Dessa vez, além das blueberries, usei meia fava de baunilha, gosto muito dessa combinação. Como a Valentina sugere, você pode misturar os secos no dia anterior e numa manhã de final de semana prepará-los para o café.

Ingredientes:
200 g farinha de trigo
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
2 colheres de chá de fermento em pó
75 g de açúcar
Pitada de sal
75 g manteiga sem sal
100 g de iogurte gelado
100 ml de leite desnatado
1/2 fava de baunilha (opcional)
1 ovo grande
200 g de blueberries (costumo polvilhar com uma 1 colher (chá) de farinha de trigo para as frutas não descerem na massa)

Preaqueça o forno em 180°. Prepare a forma de muffins com 9-10 forminhas. Separe duas tigelas: uma para os secos (grande), outra para os líquidos. Junte os secos e reserve. Numa panelinha, derreta a manteiga e despeje-a na tigela dos líquidos para esfriar. Na mesma panela, ferva levemente o leite com a baunilha (fava e sementes). Descarte a fava (pode ser usada posteriormente para fazer açúcar de baunilha) e junte o leite à manteiga. Se não for usar a baunilha, é só juntar o leite normalmente, sem ferver. Acrescente o iogurte para ajudar a esfriar e só então adicione o ovo, batendo com um fouet, apenas para misturar tudo. Derrame os líquidos sobre os secos e misture com um garfo apenas para combinar tudo, deixando a massa encaroçada, própria do muffin. É uma massa pastosa, mais densa que a de bolo. Incorpore as blueberries (ou outro ingrediente que queira usar) com uma espátula e distribua a massa nas forminhas (você pode usar uma ice-cream scoop para medir as porções). Asse por 20 minutos ou até ficarem dourados.

Fonte: Trem Bom.

12

Gelado de Blueberry e Maple


Nessa época de fim de ano é possível encontrar algumas frutas raras na cidade e acabei exagerando e trazendo muita blueberry pra casa. Como não congelei as frutinhas e nem fiz os muffins que eu adoro, queria uma maneira de usá-las para aproveitar bem o seu sabor, e esse gelado que ainda está fresquinho no blog da Fernanda foi perfeito. Mais perfeito ainda porque eu pude inaugurar meu açúcar de maple, que ganhei recentemente de uns amigos do Canadá. Ficou muito bom, esse método de fazer uma calda antes faz muita diferença, no estilo que faço meu sorvete de morango. Quisera eu ter blueberries o ano inteiro, que fruta prática e deliciosa!

Ingredientes:
300 g de blueberries (usei frescas)
1/3 de xícara de maple syrup (usei açúcar de maple)
1 xícara de creme de leite fresco (usei de caixinha)
1 colher (sopa) de vodka ou licor de sua preferência (usei Cointreau)

Leve as frutas e o maple ao fogo até que se forme uma calda grossa. Deixe esfriar e junte o creme de leite, batendo com um fouet (se quiser os pedaços das frutas, que foi o meu caso) ou mesmo no mixer, se quiser homogêneo. Adicione o licor e leve à geladeira para a mistura ficar bem fria antes de usar a sorveteira.

Fonte: Chucrute com Salsicha.

24

Cupcake Delicioso de Dois Chocolates


A Valentina do Trem Bom tem um blog exclusivo de cupcakes, e eu pretendo fazer praticamente todos que ela posta. Esse cupcake ficou bem gostoso, a única coisa que fiz diferente foi a cobertura, em que usei chocolate branco.

Ingredientes:
Massa:
125 g de manteiga em temperatura ambiente amaciada
165 g de açúcar
2 ovos
190 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
2 colheres (sopa) de chocolate em pó (ou cacau em pó)
125 ml de leite em temperatura ambiente
100 g de chocolate de boa qualidade (usei meio-amargo) derretido

Cobertura:
250 g de chocolate (usei chocolate branco)
125 ml de creme de leite fresco (usei bem menos pois o chocolate branco já é muito macio)
70 g de manteiga (não usei)

Aqueça o forno em 160°. Bata bem a manteiga e o açúcar (por pelo menos 3 minutos) até ficar com uma mistura clara e macia. Acrescente os ovos, um de cada vez, e vá batendo. Peneire a farinha de trigo, o fermento e o chocolate em pó, e bata até incorporar todos os ingredientes. Acrescente o leite e o chocolate derretido e misture tudo com uma colher de metal. Espalhe a mistura entre as forminhas de cupcakes – preencha 3/4 das forminhas. Asse por 20-25 minutos. Retire do forno, coloque numa grelha e deixe esfriar. Para fazer a cobertura, ponha tudo numa tigela, sobre uma panela com água – a água não deve tocar no fundo da tigela. Mexa até que os ingredientes se dissolvam. Deixe esfriar. Uma vez fria, bata a mistura até que fique cremosa (pulei esse processo, minha ganache ficou bem espessa e usei o bico de confeitar). Espalhe sobre os cupcakes e termine a decoração com mirtilos. Rende 12 unidades.

Fonte: Cupcakes do Trem Bom.

11

Sorvete de Baunilha e Blueberry


De vez em quando algumas pessoas me perguntam por e-mail se vale a pena comprar uma sorveteira. Acho que essa questão sempre passeia pelos blogs culinários, mas é muito difícil responder. Eu acho que vale a pena, mas tenho certeza que deve haver pessoas que compram e se arrependem, acham inútil. O sorvete fica mesmo cremoso? Depende da receita, da sorveteira, da temperatura… O fato é que pra mim, mesmo quando o resultado não é perfeito, fico satisfeita.
A textura desse sorvete, por exemplo, ficou muito macia, mas ele derrete mais rápido do que qualquer receita que já fiz, e não acho que seja apenas pelos 32° em Fortaleza, desconfio do creme que usei: um creme (vegetal) tipo chantilly que eu precisava aproveitar.
Mesmo assim, ficou muito boa a combinação de baunilha, blueberry e Cointreau. A base é de uma receita super prática de sorvete de baunilha que veio no manual da minha sorveteira.

Ingredientes:
1 xícara de leite
2 xícaras de creme de leite (usei creme vegetal tipo chantilly)
1 fava de baunilha
De 1/2 a 1 xícara de açúcar (dependendo do seu gosto)
Um punhado de blueberries (usei secas)
1 colher (sopa) de Cointreau (ou outro licor de laranja)

Misture o Cointreau com as blueberries e reserve fechado na geladeira. Misture o leite, o creme, o açúcar e a baunilha (usando somente a “polpa” com as sementes) no liquidificador ou batendo com um fouet. Guarde a mistura na geladeira por algumas horas. Deixe bater na sorveteira até que fique cremoso e vá adicionando aos poucos as blueberries. Leve para o freezer até ficar consistente.

27

Muffins de Mirtilos [Blueberries]


Essa receita do Simply Recipes já rodou bastante pelos blogs, mas a primeira vez que a vi foi no Cinara’s Place. Não pensava tão cedo em encontrar mirtilos por aqui, e muito menos frescos, mas acredito que por conta do Natal alguém arriscou trazê-los para esta terra quente. Embora eu tivesse muita curiosidade em experimentar estas frutas, no fundo achava que não ia gostar, como aconteceu com o Vitor. Mas não é que adorei? E nesses muffins super macios ainda ficaram mais especiais.

Ingredientes:
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 colher (sopa) de fermento em pó
1/4 de colher (chá) de bicarbonato
1/4 de colher (chá) de sal
70 g de manteiga amolecida
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 ovo
1 pote (180 g) de iogurte natural
1/2 colher (chá) de raspas de limão
3/4 de xícara (chá) de mirtilos frescos ou descongelados
1 colher (sopa) de farinha de trigo* para enfarinhar as frutas

Preaqueça o forno a 190°. Numa vasilha, misture a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal. Reserve. Despeje a colher de farinha* num prato e passe os mirtilos nela para que fiquem bem cobertos. Passe por uma peneira para tirar o excesso de farinha e reserve.
Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até ficar fofo e esbranquiçado. Adicione o ovo e bata bem. Junte as raspas de limão e bata bem novamente. Vá acrescentando a mistura de trigo aos poucos, alternando com o iogurte, batendo apenas o suficiente para incorporar a cada vez, sem bater demais. Incorpore as frutas na massa e leve a mistura para assar em 10-12 forminhas de muffin, até dourar, o que leva uns 20 minutos. Deixe esfriar nas forminhas por 5 minutos e depois leve os muffins para esfriar por completo numa grelha.

Fonte: Cinara’s Place.

30

Sanduíche Quente de Peru, Brie e Geléia


As sobras do peru de Natal sempre desafiam. Engraçado é que nunca entendi muito bem porque no Natal as pessoas exageram tanto na comida. Parece-me que tem uma questão mais simbólica de fartura do que mesmo fome ou bocas para comer. Aqui em casa houve uma pequena ceia de Natal de última hora: peru, tender, arroz e Quiche de Macaxeira. Mesmo assim sobrou muita comida. Não existe fome que dê jeito numa ceia de Natal, por mais simples que ela seja. Mas… as sobras do peru rendem frutos e aqui renderam um Creme de Peru, que a Karen tentou; uma Farofa, com bastante cebola roxa e azeitonas; e por fim este sanduíche, que eu estou com vontade de fazer desde o Dia de Ação de Graças, quando a Nicole postou esta idéia para as sobras de peru. Delícia.

Ingredientes (em quantidades a gosto):
Carne de peru em fatias ou desfiada
Geléia de cranberry (usei de blueberry)
Queijo Brie
Pão Ciabatta (usei pão de forma)
Em um lado do pão espalhe a geléia. Na outra metade, uma fatia de Brie. No meio faça uma camada com a carne de peru e feche o sanduíche. Leve para tostar numa sanduicheira ou grill de duas chapas, ou mesmo numa frigideira, trabalhando os dois lados, até que o queijo derreta e o pão fique dourado. Sirva imediatamente.

Fonte: Baking Bites.