10

Torta de Ratatouille com Massa de Fubá

Quase toda semana eu preparo uma espécie de ratatouille pra mim e vou comendo durante a semana quando tenho que almoçar sozinha. Uma parte pode virar quiche, outra pode virar risoto ou mil e uma outras coisas, mas essa semana uma parte virou essa torta. A receita dessa massa foi postada há 5 anos (!) pela Karen, mas o recheio eu aproveitei esse ratatouille que sempre faço, com o acréscimo apenas dos queijos. Fiquei em dúvida se eu deveria usar fubá mesmo ou farinha de milho (na receita original da Ana ela usa cornmeal, que eu entendo por farinha de milho), mas fui no fubá mesmo e deu certo.

Ingredientes
Ratatouille*:
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola cortada em meias-luas finas
3 beringelas pequenas cortadas em cubos
3 abobrinhas pequenas cortadas em cubos
1/2 pimentão vermelho picado
Um punhado de azeitonas picadas
1 xícara de molho de tomate (ou tomates picados)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Ervas secas e frescas a gosto
Mozarela a gosto (usei apenas uma fatia picada)
Parmesão a gosto (usei apenas o suficiente para cobrir a torta)

*Esse ratatouille rende cerca de 3 vezes mais que o suficiente para a torta. Diminua as quantidades se não tiver outros fins para ele ou use as quantidades da receita original.

Massa:
2/3 de xícara de fubá
1/3 de xícara de farinha de trigo integral
1/4 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de óleo de canola
3-4 colheres (sopa) de água

Para o ratatouille, esquente o azeite numa panela ou frigideira grande e refogue ligeiramente a cebola. Acrescente então o pimentão, as beringelas e as abobrinhas, refogando tudo. Quando tudo tiver murchado um pouco, junte as azeitonas e o molho de tomate e tempere com sal, pimenta e ervas. Refogue mais, e se o molho estiver muito líquido deixe secar um pouco. Reserve, deixando esfriar. Preaqueça o forno em 180º enquanto prepara a massa.

Para a massa, você pode usar o processador ou fazer tudo numa tigela. No processador use o acessório de massas (faca de plástico) e misture primeiro o fubá, o trigo e o sal. Depois junte a manteiga e o óleo, pulsando para que vire uma espécie de farofa. Adicione a água até obter uma bola de massa (a minha não ficou exatamente uma bola, mas percebi que estava no ponto – usei 4 colheres de água).

Distribua a massa numa forma de torta pequena (usei uma de 20 cm e mal deu pra cobrir as laterais, acredito que porque usei uma forma canelada), forrando tudo com ajuda das mãos. Com um garfo, fure a massa em alguns pontos. Leve para pré-assar por cerca de 12-15 minutos. Retire do forno e distribua o recheio. Cubra com os queijos e volte para o forno por mais uns 25 minutos, até que os queijos derretam e a torta fique dourada.

Fonte: Kafka na Praia e Kitchen Space.

12

Frango Assado com Vinagre Balsâmico


Esse frango com vinagre balsâmico e mostarda fica incrível e é muito simples de fazer, só precisa, como todo frango que se preze, de um pouco de antecedência. Você prepara a marinada no noite anterior e no dia seguinte só precisa levar para assar. Ele fica com uma cor e um molho bem marrom escuro. Na minha foto ele ficou com uma cor dourada porque esses pedaços passaram pelo forno novamente, mas na foto da Karen dá pra ver melhor como ele fica.

Ingredientes:
1/4 de xícara de vinagre balsâmico
2 colheres (sopa) de mostarda Dijon
2 colheres (sopa) de suco de limão fresco
2 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
Sal e pimenta a gosto
2 kg de frango em pedaços (usei 1 kg de peito e 1 kg de coxa e sobrecoxa)

1/2 xícara de caldo de galinha (não usei)
1 colher (chá) de raspas de limão (não usei)
1 colher (sopa) de salsinha picada (não usei)

Misture bem o vinagre, a mostarda, o suco de limão, o azeite, o sal e a pimenta e envolva bem os pedaços de frango nessa mistura e leve para marinar num saco plástico apropriado para marinados ou num recipiente fechado. Deixe na geladeira por no mínimo 2 horas e no máximo 24 horas.
Preaqueça o forno em 200°. Retire o frango do recipiente e distribua os pedaços numa assadeira grande untada com azeite (jogue por cima o líquido da marinada). Cubra com papel alumínio e leve para assar por 15 minutos. Retire o papel alumínio e deixe assar por mais 45 minutos, ou até que esteja no ponto desejado.
Transfira o frango para uma travessa de servir. Deixe a assadeira que você usou sobre um fogo baixo e adicione o caldo para soltar o que ficou no fundo, formando um molho. Jogue esse molho sobre o frango (não fiz essa parte, mas o que sobrou na assadeira estava solto e usei como molho). Jogue as raspas de limão e a salsinha por cima antes de servir.

Fonte: Kafka na Praia e Giada De Laurentiis.

20

Pão Integral


Eis aqui um pão que deve agradar até quem não gosta de pães integrais. Ele é saboroso, um pouco docinho, com textura bem macia, como se fosse um bolo, mas sequinho o suficiente para ser considerado pão. Eu já o faço aqui em casa há um tempo, mas não tinha fotografado ainda. Uma vez dei um para um casal amigo e agora eles estão viciados, fazem esse pão sempre.
A receita original é para 3 pães, mas da última vez que fiz preparei um terço da receita, que é como deixo aqui, pra quem quiser preparar apenas 1 pão. O que não significa que é a melhor alternativa, já que esse pão é ótimo para congelar as fatias. Quem primeiro publicou essa delícia foi a Karen e ela o modelou em pães de hambúrguer, o que também já fiz e fica ótimo.

Ingredientes:
1/3 de xícara de óleo vegetal
1 ovo
1 colher (chá) de sal
1/3 de xícara de açúcar mascavo
1 xícara de água morna
1/3 de xícara de farelo de trigo
1/3 de xícara de gérmen de trigo
2/3 de xícara de farinha de trigo integral fina
2/3 de xícara de aveia em flocos (usei flocos finos)
2/3 de colher (chá) de fermento biológico seco
Entre 200 e 300 g de farinha de trigo comum

Misture primeiro o óleo, o ovo, o sal e o açúcar. Junte então a água morna, o farelo e o gérmen e misture bem. Adicione o fermento, o trigo integral e a aveia e incorpore tudo. Em seguida vá adicionando a farinha comum até ficar uma massa dura, difícil de misturar com a colher. Sove por 10 minutos numa superfície enfarinhada. Como eu fiz na batedeira planetária, primeiro fui juntando os ingredientes na ordem, usando o batedor de massas leves. Na hora de adicionar o trigo comum troquei pelo batedor de massas pesadas. Usei uns 200 gramas de farinha, deixei batendo um pouco e depois sovei um pouco com as mãos. A massa é levemente grudenta. Leve a massa para crescer numa vasilha untada com óleo e coberta por filme plástico (usei um pano úmido). A idéia é dobrar de tamanho – dependendo da temperatura ambiente isso leva de 1 a 2 horas (uma dica é colocar num local onde não haja corrente de ar). Unte com um pouquinho de óleo uma fôrma de bolo inglês e deite a massa nela (forme um rolo com ela para que distribua bem). Cubra novamente e deixe crescer até alcançar o nível de altura da fôrma. Leve ao forno médio preaquecido por 25-40 minutos. Dá pra perceber que está pronto pelo cheiro e pela cor, mas cuidado, pois a massa crua já é escura. Como ele tem uma textura macia, semelhante a bolo, eu faço um teste enfiando uma faca pra ver se sai limpa, depois de 25 minutos de forno.

Fonte: Pecado da Gula.

30

Sanduíche Quente de Peru, Brie e Geléia


As sobras do peru de Natal sempre desafiam. Engraçado é que nunca entendi muito bem porque no Natal as pessoas exageram tanto na comida. Parece-me que tem uma questão mais simbólica de fartura do que mesmo fome ou bocas para comer. Aqui em casa houve uma pequena ceia de Natal de última hora: peru, tender, arroz e Quiche de Macaxeira. Mesmo assim sobrou muita comida. Não existe fome que dê jeito numa ceia de Natal, por mais simples que ela seja. Mas… as sobras do peru rendem frutos e aqui renderam um Creme de Peru, que a Karen tentou; uma Farofa, com bastante cebola roxa e azeitonas; e por fim este sanduíche, que eu estou com vontade de fazer desde o Dia de Ação de Graças, quando a Nicole postou esta idéia para as sobras de peru. Delícia.

Ingredientes (em quantidades a gosto):
Carne de peru em fatias ou desfiada
Geléia de cranberry (usei de blueberry)
Queijo Brie
Pão Ciabatta (usei pão de forma)
Em um lado do pão espalhe a geléia. Na outra metade, uma fatia de Brie. No meio faça uma camada com a carne de peru e feche o sanduíche. Leve para tostar numa sanduicheira ou grill de duas chapas, ou mesmo numa frigideira, trabalhando os dois lados, até que o queijo derreta e o pão fique dourado. Sirva imediatamente.

Fonte: Baking Bites.

15

Cake de Atum e Pimentão

Janeiro é um mês importante pra mim. É o tempo em que começam as chuvas aqui em Fortaleza, o que me dá uma certa sensação de nostalgia (pois quando não morava aqui sempre vinha nessa época). É um tempo em que eu abro caixas de lembranças e sempre jogo fora uma ou outra coisa que o apego vai afrouxando.
Foi com esse clima que eu fiz esse bolo salgado da Karen, e acho que vou associá-lo a um dia muito agradável em que cozinhei bebendo o resto da lata de cerveja que foi usada na receita e sentindo o cheiro de Janeiro. Ah, e o cake é bem gostoso sim, também só tem coisas que eu adoro!

Sugiro uma olhada na receita original (tem mais detalhes) e também na versão da Elvira, caso queira usar atum em óleo. Usei cerveja por conta do comentário de alguém no post da Karen, o que contribuiu pra que eu fizesse, já que eu não tinha vinho branco.

Ingredientes:
220 g de farinha
4 ovos
250 g (2 latas) de atum em lata conservado em água
1 pimentão vermelho grande sem pele e sem semente (usei pimentão em conserva)
75 g de queijo ralado
100 ml de cerveja (originalmente é vinho branco)
100 ml de azeite
1 colher (chá) de fermento em pó
2 colheres (sopa) de orégano
Sal a gosto (usei uma colher de café)
Pimenta a gosto

Preaqueça o forno a 210°C. Unte e forre o fundo de uma forma de bolo inglês com papel manteiga. Escorra o atum e corte o pimentão em tiras no sentido do comprimento.
Misture a farinha, o fermento, sal e um pouco de pimenta. Adicione os ovos, o vinho, o azeite. Aqui eu dei uma boa misturada antes de acrescentar o queijo, o atum e o orégano. Misture muito bem. Coloque metade da massa na forma, coloque as tiras de pimentão e cubra com o resto da massa. Asse por cerca de 45 min. Insira uma faca no centro do cake, se sair limpo, está pronto. Desenforme morno e sirva frio com uma salada.

Fonte: Kafka na Praia.