0

Brownie-Cheesecake com Doce de Leite

O brownie que serve de base para essa receita é bem diferente do que costumo fazer. Achei um pouco seco, apesar da grande quantidade de manteiga. Talvez porque ele tenha que sustentar o cheesecake que vai por cima, ou porque eu acabei aumentando a quantidade de chocolate, mas no final o resultado é bacana. Para o efeito de mármore, a receita da Nicole usa geléia de framboesa, que eu substituí por doce de leite. Num primeiro momento não gostei tanto, mas depois de um tempo na geladeira o sabor ficou mais apurado. Numa próxima eu colocaria mais doce de leite.

Ingredientes:
Para o brownie:
100 g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
100 g de chocolate meio-amargo picado
1 xícara (chá) de açúcar
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2/3 xícara (chá) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de cacau em pó
1/4 colher (chá) de sal

Para o cheesecake:
225 g de cream cheese, em temperatura ambiente
1/3 xícara (chá) de açúcar
1 ovo grande
1/2 colher (chá) de extrato de baunilha
8-10 colheres de doce de leite (ou alguma geléia de sua preferência)

Aqueça o forno em 180°. Forre uma assadeira quadrada de 20 cm (usei uma de 22 cm) com papel alumínio (usei uma folha de papel manteiga) e unte levemente.
Derreta a manteiga e o chocolate em banho-maria até ficar com uma consistência lisa. Deixe esfriar por alguns minutos.
Numa vasilha grande, bata o açúcar com os ovos e o extrato de baunilha. Acrescente a mistura de chocolate e mexa bem. Peneire por cima a farinha, o cacau e o sal, incorporando até ficar homogêneo. Despeje na assadeira preparada e reserve.
Para o cheesecake, bata o cream cheese com o açúcar, o ovo e a baunilha até ficar liso. Despeje por sobre a massa de brownie reservada. Jogue colheradas de doce de leite por sobre a massa de cheesecake. Com uma espátula ou um garfo vá mesclando o doce de leite com a massa de cheesecake, formando um efeito de mármore.
Leve para assar por cerca de 40 minutos, até o cheesecake ficar firme (pode ser feito o teste do palito). Deixe esfriar completamente antes de cortar. Pode ser servido gelado ou em temperatura ambiente (conservar em geladeira).

Fonte: Baking Bites.

Anúncios
30

Sanduíche Quente de Peru, Brie e Geléia


As sobras do peru de Natal sempre desafiam. Engraçado é que nunca entendi muito bem porque no Natal as pessoas exageram tanto na comida. Parece-me que tem uma questão mais simbólica de fartura do que mesmo fome ou bocas para comer. Aqui em casa houve uma pequena ceia de Natal de última hora: peru, tender, arroz e Quiche de Macaxeira. Mesmo assim sobrou muita comida. Não existe fome que dê jeito numa ceia de Natal, por mais simples que ela seja. Mas… as sobras do peru rendem frutos e aqui renderam um Creme de Peru, que a Karen tentou; uma Farofa, com bastante cebola roxa e azeitonas; e por fim este sanduíche, que eu estou com vontade de fazer desde o Dia de Ação de Graças, quando a Nicole postou esta idéia para as sobras de peru. Delícia.

Ingredientes (em quantidades a gosto):
Carne de peru em fatias ou desfiada
Geléia de cranberry (usei de blueberry)
Queijo Brie
Pão Ciabatta (usei pão de forma)
Em um lado do pão espalhe a geléia. Na outra metade, uma fatia de Brie. No meio faça uma camada com a carne de peru e feche o sanduíche. Leve para tostar numa sanduicheira ou grill de duas chapas, ou mesmo numa frigideira, trabalhando os dois lados, até que o queijo derreta e o pão fique dourado. Sirva imediatamente.

Fonte: Baking Bites.

10

Cookies de Manteiga de Castanha-de-Caju


Como comentei na postagem anterior, a textura de cookies feitos com manteiga de amendoim fica bem diferente, algo entre o crocante e o macio, apesar disso parecer contraditório. A manteiga de castanha-de-caju também deu um efeito idêntico a esses cookies (mais uma da Nic, fazer o quê?), com a vantagem de não deixar evidente o gosto da castanha, o que pode ser muito bom se o complemento do cookie não combinar com isso. Em metade da receita usei castanhas quebradas e na outra pedaços de chocolate meio amargo. Os dois ficaram ótimos, mas na minha visita ao Mercado Central eu experimentei passas de caju e fiquei imaginando que essa combinação ficaria bem agradável. Vou testar depois.

Ingredientes:
1 e 1/4 xícara de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal
1/2 xícara (100 g) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/2 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de açúcar
1 ovo
1/2 xícara de manteiga de castanha-de-caju
1/2 xícara de castanhas quebradas ou chocolate em pedaços (ou quaisquer frutas secas ou passas)

Preaqueça o forno em 140-160° (baixo). Unte duas assadeiras grandes com manteiga ou margarina e forre com papel manteiga, untando por cima do papel também. Numa vasilha, junte a farinha, o bicarbonato e o sal e reserve. Na batedeira (ou manualmente) bata a manteiga com os açúcares. Acrescente o ovo, depois a manteiga de castanha e bata bem. Vá adicionando os ingredientes secos até que estejam incorporados. Acrescente as castanhas ou chocolate. Faça bolinhas com a massa, deitando-as na assadeira e achatando-as levemente. Deixe bastante espaço entre elas, pois espalham à medida que assam. Ficam prontos em 15 minutos, ou até dourarem nas bordas. Nessa hora parecerão que ainda estão moles, mas ao esfriarem um pouco vão endurecer e ficar na textura ideal. Portanto, deixe que esfriem um pouco antes de retirá-los da assadeira. Rende cerca de 24 biscoitos.

Fonte: Baking Sheet.

12

Manteiga de Castanha-de-Caju


Não sou muito fã de manteiga de amendoim, mas gostei muito da textura que ela dá aos cookies. Já a castanha-de-caju me agrada muitíssimo e fiquei muito interessada em fazer a manteiga de castanha-de-caju receitada pela Nic. Aproveitei e já fui logo fazendo cookies de castanhas (receita a seguir). Depois vi outra receita no blog Chocolate and Zucchini, que não usa o óleo, apenas deixa processando as castanhas com o sal até virarem uma pasta, deixando que o óleo da própria castanha faça o serviço, o que me pareceu bem mais apetitoso e será testado em breve. Essa manteiga será feita sempre aqui em casa, fica deliciosa, mas vou testar cada vez com menos óleo, pra conseguir a textura que eu espero.

Ingredientes:
2 xícaras de castanhas-de-caju torradas ou assadas, sem sal
3 (ou 4) colheres (sopa) de óleo vegetal (usei de girassol)
2 colheres (chá) de açúcar
1/2 colher (chá) de sal

No processador, com a lâmina, misture as castanhas, 3 colheres de óleo vegetal, o açúcar e o sal e processe até ficar homogêneo. Acrescente mais uma colher de óleo apenas se a mistura virar uma bola ao invés de uma pasta. O processo dura apenas alguns minutos. Conserve na geladeira e deixe-a em temperatura ambiente quando for servir ou usar em alguma receita. Rende 1 xícara e meia de manteiga.

Fonte: Slashfood.

6

Barras de Cheesecake com Licor

É a segunda vez que faço essas barrinhas, pensando que dessa vez sairia melhor, mas nem tanto assim. Da primeira vez, por falta de atenção, usei apenas 1 potinho de cream cheese ao invés de 2 e fiquei achando que tinha traduzido algo errado da receita da Nic. O engraçado é que ficou saboroso, fiz com licor de ameixa e ficou divino, mas sabia que a textura não estava certa. Dessa vez fiz tudo certinho (a substituição do half & half por creme de leite comum não deve fazer muita diferença), mas o sabor não me agradou tão somente por causa do licor de capuccino que utilizei. A base de chocolate é maravilhosa, ela foi o motivo que me fez repetir a receita, acredito que dá pra usá-la em outras coisas. A Nic sugere uma assadeira grande e, apesar de eu ter obedecido, penso se não ficaria melhor numa assadeira média, já que não foi fácil distribuir a massa da base – pouca massa pra muita superfície – mas depois que assa, parece fazer sentido.

Ingredientes:
Base:
1/3 xícara de açúcar
1/2 xícara (100 g) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 e 1/4 xícara de farinha de trigo
1/4 xícara de chocolate em pó (usei cacau)
1/4 de colher (chá) de sal

Cheesecake:
1/2 xícara de açúcar
1/4 de xícara de creme de leite
1/2 xícara de Bailey’s Caramel* (usei licor de capuccino)
440 g de cream-cheese (não pode ser light), em temperatura ambiente
3 ovos grandes em temperatura ambiente
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 colher (chá) de essência de baunilha

Preaqueça o forno em 180°. Unte uma assadeira retangular grande. Comece com a base. Na batedeira, bata o açúcar e a manteiga até ficar um creme leve. Peneire juntos a farinha, o chocolate e o sal numa outra vasilha. Vá acrescentando aos poucos a mistura de farinha e misturando com uma colher de pau (a Nic usou a batedeira em velocidade baixa, mas acho a massa muito pesada pra uma batedeira comum). Estará no ponto quando a farinha tiver sido totalmente incorporada. Espalhe na assadeira, com a ajuda de uma espátula ou a ponta dos dedos, pra que fique nivelada e asse por 15 a 17 minutos.
Enquanto a base assa, junte o açúcar, o creme, o licor e o cream cheese no recipiente do processador e processe até ficar liso. Adicione os ovos, um por vez, batendo bem antes de acrescentar o próximo. Depois a farinha de trigo e a baunilha.
Despeje essa mistura sobre a base ainda quente, quando esta terminar de assar. Volte a assadeira ao forno e asse por 22 a 26 minutos, até que firme (dê uma leve batidinha na assadeira para tirar a prova).
Deixe esfriar completamente ou refrigere antes de partir (não se preocupe se o cheesecake murchar enquanto esfria). Guarde na geladeira. Rende de 16 a 20 barras.

Fonte: Baking Sheet.

19

Biscoitos de Manteiga de Amendoim


Durante minhas andanças em busca do Maple Syrup em Fortaleza (descobri onde tinha através do Orkut, ora veja), encontrei e comprei a Peanut Butter Peter Pan, indiretamente indicada pela Cinara, já que o Ric simplesmente ama manteiga de amendoim.
Eu não gosto muito, inclusive amendoim é a nut que menos gosto, mas até que gostei dos biscoitos, inclusive a escolha da receita foi pra ver se eu gostava dela em algum preparado. Imagino (a julgar pelo contentamento do Ric) que pra quem gosta de amendoim é um ótimo biscoito.
Mas vamos aos créditos: os ingredientes e a primeira metade do modo de fazer eu tirei daqui, pois achei mais bem detalhado, mas isso porque eu tinha lido a receita adaptada primeiramente aqui, de onde tirei a segunda parte.

Ingredientes:
170 g (3/4 xícara) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
105 g (1/2 xícara) de açúcar mascavo
100 g (1/2 xícara) de açúcar
1 ovo grande
1 colher (chá) de extrato de baunilha (usei essência)
185 g (3/4 xícara) de manteiga de amendoim
280 g (2 xícaras) de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal

Forre duas formas retangulares com papel manteiga. Reserve.
Com a batedeira ou um batedor manual, bata a manteiga com os açúcares até que fique leve e fofo (cerca de 2 a 3 minutos). Acrescente a manteiga de amendoim e bata mais. Adicione o ovo e a baunilha e bata para misturar. Numa outra tigela junte a farinha, o bicarbonato e o sal. Junte com a mistura de manteiga e bata até incorporar. Nesse último estágio assegure-se que sua batedeira vai suportar ou termine incorporando com uma colher de pau. Preaqueça o forno em 180°.
Com a ajuda de duas colheres ou com as mãos, distribua bolinhas da massa (do tamanho de uma colherada) sobre as assadeiras. Usando um garfo, marque os biscoitos formando uma grade, tendo o cuidado de mergulhar o garfo na água a cada biscoito (assegure-se de fazer marcas mais bonitas que as minhas). Asse por 15 minutos ou até que as bordas comecem a dourar. Deixe esfriar bem. Deu 40 biscoitinhos.

Fonte: BakingSheet e Joy of Baking.

2

Panquecas Americanas


Depois de assistirmos a um certo episódio de Seinfeld dia desse, o Ric não parou de pedir pra que eu procurasse por uma receita de panquecas tipicamente americanas. Ontem à noite, “escaneando” o blog da Patricia Scarpin, o Technicolor Kitchen, encontrei a receita perfeita e hoje de manhã a felicidade dele foi tão grande que ele mal bateu uma foto das benditas e já foi devorando. A textura dela é uma coisa, parece uma esponja, no bom sentido, ela suga o que você colocar por cima. Na hora de assá-la basta realmente só a frigideira, porque ela não gruda mesmo. Comemos com geléia de abacaxi. Vou repetir a receita aqui exatamente como está lá, mas sugiro uma visita ao original para maiores informações.

Ingredientes:
1 e 1/3 de xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de bicarbonato
1/4 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de açúcar
2 gemas
2 claras em neve
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de manteiga, derretida
1 colher (chá) de essência de baunilha

Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e o açúcar em uma tigela grande. Junte as gemas, o leite, a manteiga e a baunilha em uma tigela pequena e despeje sobre os ingredientes secos.
Adicione as claras em neve delicadamente, mas certifique-se de que fiquem bem misturadas. Coloque colheradas da massa numa frigideira anti-aderente (em fogo baixo). A panqueca não deve ser muito fina, e sim “gordinha”. Vire quando estiver dourada de um lado. Doure o outro lado também.
Sirva com manteiga, geléia, mel, etc. Rende 8 panquecas médias.

Fonte: Technicolor Kitchen.