8

Waffle Integral com Cobertura de Maçã Caramelizada

Ultimamente estou numa fase em que tudo que compro tenho que fazer valer. Afinal, livros são para ler, filmes são para assistir, roupas são para usar, maquiagem é para enfeitar o rosto, e não a penteadeira. Nada de produtos encostados: se comprou, tem que usar! Essa atitude me faz pensar melhor antes de consumir sem necessidade e até melhora os hábitos do cotidiano, pois estimula a organização.
Nesse espírito, eu procuro sempre usar os utensílios de cozinha que tendem a ficar guardados, como é o caso da máquina de waffle. Vou procurar testar mais receitas para utilizá-la, inclusive.
Para começar, uma receita antiga que tenho e nunca havia testado. Ela é indicada para quem tem máquina para waffles mais baixinhos, assim ficam mais crocantes. Mesmo assim, tentei com a minha, que é para waffles maiores, e ficaram bons. Esse waffle tem predominância salgada, mas combina bem com qualquer tipo de cobertura. Ficou ótimo com manteiga, como se fosse um pãozinho, e também ficou ótimo com essa cobertura de maçãs. Aliás, a cobertura roubou a cena e é uma ótima sugestão para panquecas também.

Waffles Salgados Integrais (com fermento biológico)
Ingredientes:
1/2 xícara de água morna
10 g (1 envelope) de fermento biológico seco
2 xícaras de leite morno
1/4 de xícara de óleo ou manteiga derretida (usei óleo de girassol)
1/2 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de mel
1 xícara de farinha de trigo integral fina*
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo branca
2 ovos ligeiramente batidos

Numa vasilha grande, misture a água e o fermento. Deixe descansar por 10 minutos em lugar protegido. Junte o leite, a manteiga ou óleo, o sal e o mel. Acrescente a farinha de trigo e os ovos e misture bem (a mistura é mole – no entanto eu acrescentei um pouquinho mais de trigo porque minha máquina faz waffles grandes). Deixe crescer em lugar protegido de correntes de ar por uns 15 a 20 minutos (a textura fica mais grossa). Cozinhe num aparelho de waffles quente, untado com óleo. Sirva com a cobertura de sua preferência.

*Na receita original é usada apenas farinha de trigo integral (2 xícaras). Ajuste conforme seu gosto.

Cobertura de Maçã Caramelizada
Ingredientes:
3 maçãs cortadas em cubinhos (ou pêras ou outra fruta de sua preferência)
1/2 xícara de mel ou glucose de milho (Karo)
1 colher (chá) de manteiga
1 pitada de canela em pó

Misture todos os ingredientes numa panela pequena e aqueça, mexendo de vez em quando, até que a mistura reduza e caramelize levemente, formando uma calda dourada em volta das maçãs. Sirva morna sobre panquecas ou waffles. Você pode preparar com antecedência e manter na geladeira por alguns dias, aquecendo na hora de servir.

Fonte: Recorte antigo de revista sem referência.

60

Waffles, Waffles e Waffles


Minhas primeiras experiências com waffles não foram boas, mas há um tempinho atrás provei um waffle que achei delicioso (eu sempre tento dar chance pra coisas que não gosto) e, juntando a isso o apelo nos blogs, acabei querendo comprar uma máquina. A Cinara conhece minha saga em busca da máquina de waffle e me deu várias dicas, mas a maioria das marcas com qualidade só vendia em uma voltagem incompatível com a minha cidade. Acabei comprando uma de certa marca e detestei: a massa derramava pelas laterais e o waffle ficava tão fino que no lugar dos sulcos ficavam buracos. Pedi meu dinheiro de volta e comprei uma bem mais cara, mas que valeu a pena: os waffles ficam enormes e fofos, pois você pode virar a máquina, e a massa não derrama, pois tem uma área interna só pra isso.
O resultado de tudo isso é que agora estou viciada em waffles e deixo aqui 3 receitas que aprovei.

A primeira é a da foto acima e fica absolutamente deliciosa, não precisa de nenhuma cobertura (neste coloquei nutella), a melhor maneira de comê-lo é puro, bem quentinho: tem o estilo de pão, fica crocante por fora e fofinho por dentro. A massa pode ser feita à noite e guardada na geladeira pra ser assada pela manhã. A segunda é uma receita básica, estilo panqueca, bem prática e gostosa. A terceira é com limão e fica muito boa com qualquer tipo de mel.

Waffle Tipo Belga (feito com fermento biológico)
Ingredientes:
7 g de fermento biológico seco (granulado)
2 xícaras (chá) de leite morno
2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/4 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de açúcar baunilhado (ou comum)
4 ovos
1 colher (chá) de baunilha (se usar o açúcar comum)
1/2 xícara (chá) de manteiga derretida (usei um pouco menos de manteiga da terra)

Dissolva o fermento no leite. Deixe descansar por 10 minutos. Numa tigela bem grande, junte a farinha, o sal e o açúcar. Em separado, bata as gemas ligeiramente e junte-as à mistura de fermento. Agora despeje tudo sobre os ingredientes secos. Junte também a baunilha e a manteiga, misturando bem. Bata as claras em neve e incorpore-as à massa. Deixe descansar por 45 minutos ou até dobrar de tamanho num ambiente sem correntes de ar. Asse conforme a máquina.

Fonte: All Recipes.

Waffles Americanos (feito com fermento químico)
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (chá) de sal
1 e 3/4 de xícara (chá) de leite
1/3 de xícara (chá) de óleo vegetal
2 ovos
Junte a farinha, o açúcar, o fermento e o sal. Bata juntos o leite, o óleo e os ovos. Junte os líquidos com os secos só até misturar. Asse conforme a máquina.

Fonte: Receituário da máquina.

Waffles de Limão
Ingredientes:
4 ovos
1/4 de xícara (chá) de açúcar
1/2 colher (chá) de sal
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de suco fresco de limão.
Raspas de 1 limão inteiro
1/4 de xícara (chá) de manteiga derretida
1 e 1/4 de xícara (chá) de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó
Bata as gemas com o açúcar e o sal. Junte o leite, o suco de limão, as raspas e a manteiga, batendo bem. Adicione a farinha e o fermento. Bata as claras em neve e as incorpore à massa. Asse conforme a máquina.

Fonte: Mr. Breakfast.

24

Panquecas de Milho e Cottage


É uma panqueca simples e leve, que me agradou bastante. Ela demora um pouco pra ficar pronta porque deve ser feita no forno, mas vale a pena porque na frigideira geralmente acabamos usando mais manteiga e no forno ela não gruda de jeito nenhum. O aro de coração foi por conta de uma menina muito fofa que me presenteou:

O legal é que deu pra usar os aros no forno e meus coraçõezinhos só não ficaram perfeitos porque esqueci de untá-los. O molho também é interessante, o Ric preferiu sem ele, mas pra mim ficou bem agradável. Ideal pra duas pessoas que esperam uma refeição leve.

Ingredientes:
Molho:
3/4 de xícara (150 g) de iogurte natural
2 colheres (sopa) de cebolinha verde picada
1 pitada de cominho em pó
sal e pimenta a gosto

Panquecas:
1/4 de xícara (50 g) de iogurte natural
2 xícaras (200 g) de queijo cottage
6 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 clara
1 xícara (200 g) de milho verde cozido (pode ser de lata)
sal a gosto

Prepare o molho: misture todos os ingredientes e reserve.
Prepare as panquecas: misture todos os ingredientes pela ordem e reserve.
Preaqueça o forno (pode ser feito em miniforno ou grill com tampa) em temperatura média (180°). Unte com margarina uma assadeira. Coloque 4 colheres (sopa) da mistura na assadeira para fazer cada panqueca. Elas devem ficar grossinhas e com formato irregular. Asse por cerca de 15 minutos de cada lado, ou até ficarem firmes e levemente douradas. Tire do forno, regue com um pouco do molho e sirva imediatamente. Rende de 4 a 6 panquecas.

Fonte: Fichário Cozinha Criativa.

9

Crêpes da Julia Child [Presentes da Fer]

Estou ficando mimada com tanto carinho que tenho recebido dessa comunidade de blogueiras de comida. Dessa vez foi a nossa celebridade-mor que me presenteou e eu nem sei como agradecer. Tudo lindo e de bom gosto, como ela.
Foi tão legal ler as introduções do livro da Julia Child, deu vontade de saber mais sobre ela, apesar de que a própria Fernanda sempre comenta alguma coisa. Hoje à noite fiz uns crepes do livro, vou deixar aqui apenas a receita da massa (fiz metade), pois o recheio eu improvisei apenas um molho branco com queijo e cogumelos.
Adorei tudo! Obrigada, querida Fernanda, mais uma vez.

Ingredientes:
(Para 12 crepes de 16 cm)
1 xícara de água gelada
1 xícara de leite gelado
4 ovos grandes
1/2 colher (chá) de sal
2 xícaras de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de manteiga derretida

Bata todos os ingredientes no liquidificador em velocidade alta por 1 minuto. Leve à geladeira por pelo menos 2 horas. Unte levemente uma panquequeira de teflon ou ferro com óleo. Leve ao fogo médio até começar a sair fumaça. Retire do fogo e despeje cerca de 1/4 de xícara da massa, inclinando a panquequeira de modo que a massa alcance toda a superfície e que fique bem fina. Volte ao fogo e deixe por cerca de 1 minuto. Ele estará pronto quando soltar facilmente ao mexer a panquequeira. Vire o crepe e deixe o outro lado por 30 segundos. Esse lado deve ser o que fica pra dentro. Repita o processo com o restante da massa.

Fonte: The French Chef Cookbook [Julia Child].

21

Panquecas Americanas II


Fiquei em dúvida se postava uma receita de Panqueca de Blueberries sem os blueberries, mas já que este blog é um arquivo de receitas, acho que a Cinara não vai se importar – tive que mudar o nome se não ia ficar meio sem sentido.
Fiz essas panquecas há uns dias – infelizmente minha cozinha está interditada desde ontem – e adorei a receita, comparando com a outra da Patricia fica empatado: a da Cinara é bem prática pois não usa batedeira, a da Patricia é prática porque não precisa untar a frigideira – em sabor, as duas são deliciosas. Comi com um fiozinho de maple syrup, eu o Ric viciamos neste negócio, muito bom. Cinara, agora só falta eu experimentar as dutch babies.

Ingredientes:
1 xícara de farinha de trigo
1 colher (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/4 colher (chá) de sal
1 ovo batido
1 xícara de leite
2 colheres (sopa) de óleo
1 xícara de blueberries (não usei)

Em uma tigela, misture a farinha, o açúcar, o fermento e o sal. Em outra tigela, misture o ovo, o leite e o óleo. Acrescente à mistura de farinha de uma só vez, e misture apenas até incorporar.
Derrame cerca de 1/4 de xícara de massa em uma frigideira quente e levemente untada, sobre fogo baixo. Em seguida, espalhe cerca de uma colher (sopa) de blueberries frescas ou congeladas sobre a massa (a quantidade de blueberries pode variar de acordo com o gosto de cada um). Vire a panqueca quando a superfície estiver borbulhando e as bordas levemente secas. Rende de 8 a 10 panquecas.

Fonte: Cinara’s Place.

2

Panquecas Americanas


Depois de assistirmos a um certo episódio de Seinfeld dia desse, o Ric não parou de pedir pra que eu procurasse por uma receita de panquecas tipicamente americanas. Ontem à noite, “escaneando” o blog da Patricia Scarpin, o Technicolor Kitchen, encontrei a receita perfeita e hoje de manhã a felicidade dele foi tão grande que ele mal bateu uma foto das benditas e já foi devorando. A textura dela é uma coisa, parece uma esponja, no bom sentido, ela suga o que você colocar por cima. Na hora de assá-la basta realmente só a frigideira, porque ela não gruda mesmo. Comemos com geléia de abacaxi. Vou repetir a receita aqui exatamente como está lá, mas sugiro uma visita ao original para maiores informações.

Ingredientes:
1 e 1/3 de xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de bicarbonato
1/4 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de açúcar
2 gemas
2 claras em neve
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de manteiga, derretida
1 colher (chá) de essência de baunilha

Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e o açúcar em uma tigela grande. Junte as gemas, o leite, a manteiga e a baunilha em uma tigela pequena e despeje sobre os ingredientes secos.
Adicione as claras em neve delicadamente, mas certifique-se de que fiquem bem misturadas. Coloque colheradas da massa numa frigideira anti-aderente (em fogo baixo). A panqueca não deve ser muito fina, e sim “gordinha”. Vire quando estiver dourada de um lado. Doure o outro lado também.
Sirva com manteiga, geléia, mel, etc. Rende 8 panquecas médias.

Fonte: Technicolor Kitchen.