10

Bolo Formigueiro de Iogurte com Cobertura de Chocolate

Enquanto o resto do país segue seu curso cá estamos em pleno feriado de segunda, com tempo livre para pôr leituras em dia e fazer bolos proibidos. Eu estava desejando um bolo formigueiro e tinha essa receita guardada há um tempo, mas como não gosto daqueles chocolates granulados com gosto de gordura hidrogenada, usei chocolate ralado mesmo. Pena que ralei muito fino e quase não dá pra perceber as formigas do bolo, mas o sabor ficou perfeito e a massa é bem fofinha. A Priscila sugere uma cobertura de brigadeiro, e realmente ficaria incrível, mas pela culpa e pela preguiça acabei fazendo uma ganache rápida. Não que precisasse, pois o bolo já é muito bom sem cobertura.

Ingredientes:
4 claras e 3 gemas separadas (ovos grandes), em temperatura ambiente
1 pitada de sal
100 g de manteiga
1 e 1/2 xícara de açúcar
250 ml ou 250 g de iogurte natural (equivalente a dois potes)
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
100 g de coco ralado
1/2 xícara de chocolate meio-amargo ou ao leite, ralado grosso (ou use chocolate granulado)

Cobertura:
150 g de chocolate meio-amargo grosseiramente picado
75 ml de creme de leite fresco
35 g de manteiga

Unte e enfarinhe uma forma de bolo de buraco no meio. Preaqueça o forno em 180º. Na tigela da batedeira, bata a manteiga, as gemas e o açúcar até que fique um creme claro. Acrescente o iogurte e a baunilha e bata mais um pouco, apenas para misturar. Vá juntando a farinha de trigo aos poucos e em seguida o fermento. Retire a tigela da batedeira e, com uma espátula, incorpore o coco e o chocolate. Bata as claras em neve com o sal e incorpore à massa com cuidado. Despeje a massa na forma e leve para assar por cerca de 40 minutos (o meu assou em 50 minutos) ou até que fique dourado e passe no teste do palito. Deixe esfriar e prepare a cobertura: Esquente o creme de leite numa panelinha e acrescente o chocolate. Apague o fogo e misture até que fique homogêneo. Derreta a manteiga no microondas e acrescente, misturando bem. Aplique no bolo.

Fonte: Adaptado de Delícias da Priscila Beneducci.

Anúncios
7

Muffins de Granola


Lá venho eu com mais uma do Feast. Mas é que o livro tem tanta coisa boa e o programa Feasts acaba me levando a procurar as receitas com mais detalhes. Estes muffins são um ótimo destino àquela granola que já perdeu o seu frescor. E como estou num momento Nigella podem esperar mais receitas (e mais vídeos) dela no futuro.

Ingredientes:
225 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 de colher (chá) de sal
250 ml de iogurte (originalmente buttermilk)
1 ovo
175 g de açúcar mascavo
80 ml de óleo vegetal
250 g de granola

Preaqueça o forno em 200°. Prepare uma forma de muffins com 12 forminhas. Misture a farinha, o bicarbonato e o sal numa tigela. Em outra tigela misture com um fouet o iogurte, o ovo, o açúcar e o óleo, até que fique homogêneo. Despeje essa mistura sobre a mistura de farinha, juntando tudo ligeiramente, com uma espátula, deixando a massa encaroçada. Acrescente a granola e misture apenas para incorporar, sem bater demais a massa. Distribua nas forminhas e leve para assar por cerca de 25 minutos: eles devem estar bem bronzeados.

Fonte: Feast: Food that celebrates life – Nigella Lawson.

15

Muffins de Blueberries e Baunilha [Massa Básica]


Sempre que encontro blueberries pra vender eu já penso logo em muffins. É uma limitação minha, mas eu não resisto. Adoro quando as frutinhas explodem no forno e ‘sangram’ a massa. Esta é uma receita antiga da Valentina que me serve sempre que quero um muffin perfeito pois ela é básica para qualquer coisa que você quiser usar: gotas de chocolate, passas, cranberries secas, castanhas, raspas de limão ou laranja… Além disso, a textura dela fica bem macia, parecida com a de bolo. Dessa vez, além das blueberries, usei meia fava de baunilha, gosto muito dessa combinação. Como a Valentina sugere, você pode misturar os secos no dia anterior e numa manhã de final de semana prepará-los para o café.

Ingredientes:
200 g farinha de trigo
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
2 colheres de chá de fermento em pó
75 g de açúcar
Pitada de sal
75 g manteiga sem sal
100 g de iogurte gelado
100 ml de leite desnatado
1/2 fava de baunilha (opcional)
1 ovo grande
200 g de blueberries (costumo polvilhar com uma 1 colher (chá) de farinha de trigo para as frutas não descerem na massa)

Preaqueça o forno em 180°. Prepare a forma de muffins com 9-10 forminhas. Separe duas tigelas: uma para os secos (grande), outra para os líquidos. Junte os secos e reserve. Numa panelinha, derreta a manteiga e despeje-a na tigela dos líquidos para esfriar. Na mesma panela, ferva levemente o leite com a baunilha (fava e sementes). Descarte a fava (pode ser usada posteriormente para fazer açúcar de baunilha) e junte o leite à manteiga. Se não for usar a baunilha, é só juntar o leite normalmente, sem ferver. Acrescente o iogurte para ajudar a esfriar e só então adicione o ovo, batendo com um fouet, apenas para misturar tudo. Derrame os líquidos sobre os secos e misture com um garfo apenas para combinar tudo, deixando a massa encaroçada, própria do muffin. É uma massa pastosa, mais densa que a de bolo. Incorpore as blueberries (ou outro ingrediente que queira usar) com uma espátula e distribua a massa nas forminhas (você pode usar uma ice-cream scoop para medir as porções). Asse por 20 minutos ou até ficarem dourados.

Fonte: Trem Bom.

35

Labna (Queijo de Iogurte)


Faz um tempo que eu procuro alternativas à manteiga/margarina no café-da-manhã. Esse queijo me pareceu uma solução muito boa, já que eu adoro iogurte e parecia muito fácil de fazer. E é mesmo. Na primeira vez fiz tudo exatamente como mandava a receita da Pat, mas apesar de ficar gostoso, não tinha o sabor matinal que eu queria. Retirei os temperos, deixando só o sal, e ficou perfeito. Lembra um pouco o cream cheese e fica levemente ácido.

Como eu já tinha o costume de tirar o soro do iogurte (pra usar em molhos), sempre usei papel de filtro de café (que pode ser usado sobre uma peneira). Foi quando alguém me deu a idéia de usar, além do filtro, o próprio suporte usado para fazer café, que é vendido em qualquer supermercado. Tenho quase certeza que foi a Cinara que me deu essa idéia. O fato é que ficou ainda mais fácil de preparar, já que não há necessidade de comprar um pano ou algo assim e a própria estrutura não deixa o iogurte entrar em contato com o soro que vai caindo.

Pra ver a receita original, com os temperos e as lindas fotos da Pat, clique aqui. Aproveite e vote nela para Melhor Blog de Baking e Sobremesas.

Ingredientes:
400 g (2 potes) de iogurte natural integral
1 colher (chá) de sal marinho, tipo o Maldon (se usar sal comum, coloque apenas 1/2 colher (chá) rasa, ou salgue a gosto)

Misture bem o iogurte com o sal e despeje no suporte de café forrado com 2 ou 3 filtros de papel. Assegure-se de colocar antes um pequeno vasilhame sob o suporte, onde o soro vai ser retido (eu usei um ramequim). Cubra com um plástico e leve à geladeira por 24 horas no mínimo e 5 dias no máximo. Retire o queijo que se formou e passe para um pote, guardando na geladeira. Como eu só deixo 24 horas, consumo em 5 dias pois não sei quanto tempo ele dura sem a cobertura de azeite da receita original.

Fonte: Technicolor Kitchen.

15

Torta de Legumes e Alho Assado


Essa torta é daquelas que todo mundo deve fazer uma parecida e que eu faço sempre, variando os ingredientes aqui e ali. A base é um purê de batatas com alho assado, podendo acrescentar os legumes que quiser/tiver. O ideal é usar legumes e verduras que não soltem muita água, a menos que se retire o excesso antes, no caso de tomates e abobrinhas, por exemplo. Aqui vai a última versão que fiz.

Ingredientes:
2 batatas grandes
1 colher (sopa) de manteiga
1 pote (180g) de iogurte natural ou 1/4 xícara de leite
Sal e pimenta a gosto
3 ovos
5 colheres (sopa) de farinha de trigo (pode ser mais, se quiser mais consistente)
1 colher (chá) de fermento em pó
1 cenoura grande ralada no ralo grosso
1 ramo de talos de cebolinha picada
Pimentão picado a gosto
Azeitona picada a gosto
1 cabeça de alho inteira
Queijo ralado para gratinar (usei queijo coalho)

Aqueça o forno em 180°. Corte a mínima parte superior da cabeça de alho, deixando-a ainda intacta e com casca. Leve para assar numa assadeira coberta com papel alumínio (faça um furinho no papel) por cerca de 40 minutos. Enquanto isso, cozinhe e esprema as batatas. Acrescente a esse purê a manteiga e o iogurte ou leite. Tempere com sal e pimenta a gosto. Quando o alho estiver assado, esprema o creme que se formou, descartando as cascas e acrescente ao purê. Junte os ovos e bata tudo com um fouet. Adicione a farinha de trigo e o fermento, bata novamente e então acrescente os legumes e verduras. Despeje num refratário untado e enfarinhado, cubra com queijo ralado e deixe assar até ficar bem dourado, no mínimo uns 30 minutos. Deixe descansar um pouco antes de servir.

14

Frozen Yogurt de Acerola

Pra dizer que ainda estou viva, passei rapidinho por aqui pra mostrar este frozen refrescante de acerola, a cereja tropical. Um sorvete cremoso combinaria mais com as estranhas chuvas de julho que andam caindo por aqui, mas é tempo de coisas leves.
O ideal teria sido tirar o soro do iogurte (não tive tempo nem paciência), mas mesmo assim ficou gostoso.

Ingredientes:
200 g de acerolas já lavadas e sem sementes
400 g de iogurte natural cremoso
1/2 xícara de açúcar (ou a gosto)
Sumo de 1/2 limão
2 colheres (chá) de vodka (opcional, para reduzir os cristais de gelo)

Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar um creme homogêneo. Leve à geladeira por algumas horas e em seguida passe pela sorveteira até atingir a consistência desejada. Rende menos de 1 litro.

27

Muffins de Mirtilos [Blueberries]


Essa receita do Simply Recipes já rodou bastante pelos blogs, mas a primeira vez que a vi foi no Cinara’s Place. Não pensava tão cedo em encontrar mirtilos por aqui, e muito menos frescos, mas acredito que por conta do Natal alguém arriscou trazê-los para esta terra quente. Embora eu tivesse muita curiosidade em experimentar estas frutas, no fundo achava que não ia gostar, como aconteceu com o Vitor. Mas não é que adorei? E nesses muffins super macios ainda ficaram mais especiais.

Ingredientes:
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 colher (sopa) de fermento em pó
1/4 de colher (chá) de bicarbonato
1/4 de colher (chá) de sal
70 g de manteiga amolecida
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 ovo
1 pote (180 g) de iogurte natural
1/2 colher (chá) de raspas de limão
3/4 de xícara (chá) de mirtilos frescos ou descongelados
1 colher (sopa) de farinha de trigo* para enfarinhar as frutas

Preaqueça o forno a 190°. Numa vasilha, misture a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal. Reserve. Despeje a colher de farinha* num prato e passe os mirtilos nela para que fiquem bem cobertos. Passe por uma peneira para tirar o excesso de farinha e reserve.
Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até ficar fofo e esbranquiçado. Adicione o ovo e bata bem. Junte as raspas de limão e bata bem novamente. Vá acrescentando a mistura de trigo aos poucos, alternando com o iogurte, batendo apenas o suficiente para incorporar a cada vez, sem bater demais. Incorpore as frutas na massa e leve a mistura para assar em 10-12 forminhas de muffin, até dourar, o que leva uns 20 minutos. Deixe esfriar nas forminhas por 5 minutos e depois leve os muffins para esfriar por completo numa grelha.

Fonte: Cinara’s Place.

30

Gelado Light de Iogurte, Maracujá e Chocolate


Passei um tempo exagerando nos doces, então fiz essa mistura pra ter uma opção de sobremesa sem culpa. Já é a segunda vez que faço e funcionou bem para nosso paladar: é azedinho mas as gotinhas harmonizam a coisa; a idéia era substituir esteticamente as sementes, mas elas se revelaram essenciais, ainda que em pouca quantidade.

Ingredientes:
2 maracujás (ou 1/2 xícara de polpa)
1 pacote (15 g) de gelatina em pó light sabor maracujá
1/2 xícara de água fervente
2 potes (200 g cada) de iogurte natural desnatado
Gotas de chocolate meio-amargo a gosto (ou sementes de maracujá)

Passe a polpa dos maracujás por uma peneira até extrair cerca de 1/2 xícara de sumo (complete com água, se não der). Dissolva bem a gelatina na água fervente. Junte à essa o sumo do maracujá e misture bem. Se o iogurte for do tipo mais sólido, bata um pouco com um fouet até ficar um pouco cremoso. Junte a mistura de gelatina e bata mais, até ficar homogêneo. Distribua nos recipientes de servir e jogue as gotas (ou sementes) por cima. Leve à geladeira até ficar consistente. Outra opção é levar a mistura num só recipiente (pode bater, se quiser deixar numa consistência cremosa) e deixar pra juntar as gotas na hora de servir.

18

Muffins de Pêras


Não foi só a Laila que se empolgou com essa receita da Valentina. Eu também não me aquietei até preparar esses deliciosos muffins. Aqui em casa comemos ainda quentinhos, super úmidos, com o gostinho da pêra assada, uma coisa! Minha irmã devorou vários, sem dó. Quase não sobram os quatro da foto.

Ingredientes:
125 g de farinha de trigo
60 g de farinha de trigo integral (usei da comum)
3 colheres (chá) de fermento em pó
2 colheres (chá) de canela em pó
100 g de flocos de aveia
140 g de açúcar mascavo
2 ovos
250 ml de iogurte natural
125 ml de óleo vegetal
1 pêra grande picada (ou 2 pequenas)
40 g de pecãs picadinhas

Preaqueça o forno em 180°. Prepare as forminhas de muffins (a receita me rendeu 16 muffins). Misture a metade do açúcar com as pecãs picadas e reserve.
Numa tigela, misture as farinhas, o fermento e a canela peneirados. Acrescente a aveia e a outra metade do açúcar e misture bem.
Numa outra vasilha coloque os ovos e bata levemente com um garfo. Acrescente o óleo vegetal e o iogurte. Misture tudo e despeje os líquidos no centro da vasilha com os ingredientes secos. Com um garfo, incorpore todos os ingredientes, sem mexer muito, de maneira que a massa ainda fique encaroçada. Adicione as pêras e misture levemente. Distribua a massa nas formas e por último jogue por cima de cada muffin a mistura de açúcar e pecãs, distribuindo por igual. Leve ao forno por cerca de 20 minutos.

Fonte: Trem Bom.

14

Torta de Frango com Massa de Iogurte


Essa torta da Lica já é um sucesso, e hoje eu comprovei e aprovei. Fiz para levar para a casa da minha querida tia Anaudira, onde encontramos alguns amigos e todos gostaram, não sobrou migalha. A massa é muito boa, vou ficar viciada nela, mas na próxima vou acrescentar mais um pouquinho de sal. O recheio original é com palmito, do qual não sou muito fã, mas eu substituí por frango e champignon e ficou delicioso. A foto não ficou boa, mas garanto que a receita é ótima, é só comprovar com a foto da Eliana.

Ingredientes:
Massa:
2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
150 g de manteiga ou margarina
180 g de iogurte natural
1 colher (chá) de sal
1 gema para pincelar

Recheio
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola picada
1 tomate inteiro picado
200 g de frango cozido desfiado
180 g de cogumelos picados
1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas
1 lata de ervilha (usei 1 xícara de ervilha congelada)
1/2 xícara (chá) de salsa e cebolinha picadinha
220 g de requeijão cremoso
1 colher (sopa) de farinha de trigo
Sal e pimenta a gosto

Comece preparando o recheio, que deve ser utilizado frio. Aqueça numa panela o azeite e refogue a cebola só até ficar transparente (não é para dourar), junte o tomate e deixe criar um caldinho no refogado. Adicione o frango, a ervilha, o cogumelo, as azeitonas, o sal e a pimenta e deixe cozinhar por alguns minutos. Acrescente o requeijão cremoso, a salsa, a cebolinha e a farinha de trigo e mexa. Deixe cozinhar por mais alguns minutinhos: fica com textura de creme. Transfira para outra vasilha e deixe esfriar completamente.
Para a massa, Coloque 2 xícaras da farinha de trigo num recipiente e junte a manteiga ou margarina, sal e o iogurte. Misture com as mãos (nesse momento, se for necessário, utilize a 1/2 xícara de farinha que sobrou – eu usei só um pouco). A massa não gruda nas mãos mas é úmida. Deixe descansar por 20 minutos tampada com um pano ou filme plástico. A seguir polvilhe com farinha de trigo um saco plástico aberto, coloque metade da massa, polvilhe um pouco e cubra com outro saco plástico aberto. Com o auxílio de um rolo, abra a massa. O ideal é que não fique grossa. Cubra o fundo e as laterais de uma assadeira de 22 cm de aro removível (pode ser feita num refratário ou assadeira comum) e coloque o recheio frio. Abra o restante da massa seguindo o mesmo processo e cubra a torta com uma roda de massa ou fazendo uma grade. Pincele com a gema e leve ao forno a 180°, por cerca de 20-30 minutos, até dourar.

Fonte: Feijão no Prato.