8

Mac And Cheese com Couve-Flor e Cobertura Crocante

Eu fiquei apaixonada por essa cobertura. O macarrão ficou gostoso, mas essa cobertura iria deixar qualquer coisa gostosa. Já penso em mil variações e usos para ela, mas pra começar façam esse mac and cheese pois é simples e resolve um jantar rápido num instante. Na foto ele parece meio seco porque o formato de concha do macarrão roubou todo o molho, mas ele fica bem cremoso.

Ingredientes
Para o macarrão:
400 g de couve-flor (usei congelada)
500 g de macarrão curto, do tipo rigatoni (o que eu tinha era em formato de concha)
200 de queijo ralado (qualquer um que derreta, pode ser mozarela, eu usei uma mistura de madrigal com grana padano)
200 g de cream cheese ou requeijão cremoso
Água do macarrão reservada (2 xícaras)

Para a cobertura:
10 azeitonas*
2 colheres (sopa) de alcaparras*
Ervas de sua preferência a gosto (usei manjericão e manjerona)
2 dentes de alho espremidos
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Migalhas de pão o quanto baste (usei mais ou menos 2 pãezinhos e algumas torradas)
2 colheres (sopa) de azeite de oliva

*Azeitonas e alcaparras substituíram o bacon da receita original. Poderia ser tomate seco ou qualquer ingrediente com sabor mais forte.

Preaqueça o forno em 220º (alto). Usando o processador com a lâmina, processe todos os ingredientes da cobertura para que virem uma espécie de farofa (acredito que dá pra fazer em liquidificador). Reserve.

Cozinhe o macarrão em água fervente e salgada (você pode cozinhar a couve-flor junto, caso esteja usando ela fresca). Como usei a couve-flor congelada, aproveitei apenas um pouco da água quente para descongelar e piquei em pedacinhos. Junte o macarrão e a couve-flor já cozidos em um refratário grande. Adicione um pouco da água do cozimento (se quiser o macarrão mais sequinho coloque pouco, se quiser mais molhadinho, coloque mais: o Jamie sugere 400 ml). Junte o queijo e o cream cheese e misture tudo muito bem. Agora cubra tudo com a “farofa”, deixando as beiradas livres para o vapor sair. Leve ao forno por 15-20 minutos, até que a cobertura fique dourada. Sirva em seguida.

Fonte: Adaptada de “Cauliflower Macaroni” – Refeições em 30 minutos, episódio 23 – Jamie Oliver.

Anúncios
10

Nhoque de Batata

Mal a Eliana posta sua receita de nhoque e eu já corro para a cozinha prepará-la, afinal hoje é um dia 29 especial e eu estava desejando um bom nhoque há meses. Essa massa é daquelas que derretem na boca e facílima de fazer, recomendo inclusive para iniciantes na cozinha. Não pude fazer o molho recomendado por ela porque não tinha sálvia em casa, mas improvisei com um molho de tomate comprado pronto, temperado com alho bem fresco e manjericão.

Ingredientes:
600 g de batatas
1 gema
1 colher (sobremesa) de manteiga
2 colheres (chá) de sal
3/4 xícara (chá) de farinha de trigo (e mais um pouco para enfarinhar)

Cozinhe as batatas (como eu estava com pressa, descasquei antes e cortei em pedaços médios para cozinhar mais rápido) e passe-as pelo espremedor ou amasse-as com um garfo. Deixe esfriar um pouco (uns 10 minutos na geladeira ajudam). Enquanto isso coloque uma panela com bastante água no fogo para ferver. Quando a batata esfriar, junte o sal, a manteiga e a gema. Misture bem e adicione a farinha de trigo até incorporar tudo.
Numa bancada bem enfarinhada vá fazendo cobrinhas com a massa, com a ajuda das mãos. Corte para que forme os nhoques e vá separando-os numa superfície com farinha de trigo para que não grudem uns nos outros. Cozinhe na água fervente. Eles estarão prontos quando vierem à tona, é bem rápido. Vá retirando os que ficarem prontos. Sirva com o molho de sua preferência e bastante parmesão ralado.

Fonte: Feijão no Prato.

2

Talharim ao Vinagrete de Azeitona

O molho para este talharim é bem versátil e prático: pode ser servido fresco, sem ir ao fogo, ou levemente aquecido, como fiz, ou ainda como se fosse uma salada fria. De qualquer modo ele irá satisfazer quem estiver interessado numa refeição rápida e saborosa.

Ingredientes (2 porções):
200-250 g de talharim
1/3 de xícara (chá) de azeitonas verdes recheadas com pimentão, bem picadas
2 dentes de alho espremidos
2 cebolinhas verdes bem picadas (talos e folhas)
1 colher (sopa) de manjericão fresco picado
2 colheres (sopa) de sumo de limão
2 colheres (sopa) de vinho branco (ou 1 colher (sopa) de vinagre de vinho branco)
3 colheres (sopa) de azeite de oliva extra-virgem
Sal* e pimenta a gosto
Parmesão ralado a gosto (dispense se quiser uma versão vegana)
Rodelas de azeitona e manjericão fresco para finalizar (opcional)

*Não usei sal no molho: a azeitona e o parmesão são suficientes para salgar o prato, contanto que o talharim seja cozido em água salgada.

Deixe cozinhando a pasta em água fervente e salgada, conforme as instruções do fabricante, enquanto prepara o molho. Este pode ser preparado frio ou quente. Misture bem as azeitonas, o alho, a cebolinha, o manjericão, o limão, o vinho ou vinagre, a pimenta e o azeite. Teste o sal. Caso queira ele frio, já estará pronto. Caso queira quente (como fiz), quando a pasta estiver cozida, aqueça o molho numa frigideira, apenas por 1 minuto, sem deixar refogar muito, e acrescente o talharim escorrido, incorporando o molho. Sirva imediatamente, com rodelas de azeitona, folhas de manjericão e parmesão ralado.

Para uma outra versão, como salada fria, misture os ingredientes do molho, com exceção do azeite, e vá batendo e acrescentando o azeite em fio, até emulsificar. Misture com o macarrão de sua escolha (já frio) e sirva frio.

Fonte: Adaptado de uma receita de salada, recorte sem referência.

17

Fusilli com Molho de Lingüiça e Vinho


Faz tempo que eu queria fazer uma massa com lingüiça e esta receita estava na espera. Até vi em algum blog outra receita, mas não consegui mais encontrar! De qualquer forma, ficou delicioso, o molho fica bem escuro por conta do vinho, o sabor surpreendeu, pois nem esperava tanto. Não reparem, que eu exagero mesmo no queijo.

Ingredientes (5 porções):
500 g de macarrão tipo fusilli
300 g de lingüiça calabresa fresca
1 xícara (café) de azeite de oliva
2 cebolas médias picadas
2 dentes de alho picados
1 xícara (chá) de vinho tinto
300 ml de caldo de carne
2 latas de tomates pelados picados (usei 1 lata de tomate pelado + 1 lata de molho pronto)
1 colher (sobremesa) de sementes de erva-doce (não usei)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Queijo parmesão ralado a gosto

Comece pelo molho. Retire a pele da lingüiça e corte-a em pedaços pequenos. Em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola, o alho e a lingüiça. Acrescente o vinho tinto e o caldo de carne, aos poucos. Nessa hora, enquanto apura, prepare a massa na água fervente com sal.
Junte os tomates (e o molho, se for o caso) e a erva-doce. Acerte o sal e a pimenta. Arrume o macarrão em uma travessa e regue com o molho. Polvilhe com queijo parmesão e sirva quente.

Fonte: Revista Receita Minuto, nº 17.

14

Macarrão Picante com Brócolis


Acho que foi a palavra picante que me deu água na boca ao ver essa receita no blog Doce Casinha (blog desativado). E realmente ficou muito bom. Até pensei que talvez o brócolis não fosse combinar com a pimenta, mas me enganei, ficou ótimo, rico, como se tivesse carne. Não é demais lembrar que depois de algo picante é sempre bom deixar a postos uma sobremesa.

Ingredientes (2 a 3 pessoas):
200 g de macarrão (usei espaguete – Barilla n° 5, como sempre)
2 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de cebola picada
1 dente de alho picado
1 colher (sopa) de molho de pimenta vermelha (usei Tabasco Garlic)
2 tomates pelados picados
250-300 g de molho de tomate
1 xícara de brócolis cozido e picado ligeiramente
Queijo parmesão ralado a gosto

Cozinhe o macarrão com água, sal e e um fio de óleo. Enquanto isso refogue a cebola e o alho no azeite. Acrescente o tomate e o molho de pimenta e refogue mais um pouco. Junte o molho de tomate e deixe apurar. Desligue o fogo e adicione o brócolis. Misture e jogue o macarrão escorrido na panela do molho. Mexa ligeiramente para o macarrão incorporar o molho e sirva imediatamente com um pouco de queijo por cima ralado na hora.

Fonte: Doce Casinha (blog desativado).

15

Espaguete à Carbonara


Essa massa é daquelas que todo mundo tem sua versão e a minha é esta, não muito fiel à original, porém do jeito que eu gosto. Ela é bem prática e rápida de fazer e a coloco aqui tão somente porque sempre que faço, alguém pede a receita, então vou postá-la aqui pra simplificar. Na foto uma versão que fiz com menos creme de leite do que pede a receita. Muito bom.

Ingredientes:
500 g de espaguete (geralmente uso o Barilla nº 5)
100 g de bacon em cubos
2 ou 3 caixinhas de creme de leite (ou o equivalente fresco)
1 ovo
3 gemas
10 a 12 colheres (sopa) de queijo parmesão
Sal a gosto
Pimenta-do-reino ralada na hora

Enquanto a massa cozinha em bastante água, frite o bacon numa panela grande. Numa vasilha, bata o ovo e as gemas, tempere com sal e pimenta e acrescente o queijo. Bata bem. Junte em seguida o creme de leite e misture. Quando a massa estiver pronta, junte-a à panela com o bacon e mexa ligeiramente. Coloque o creme sobre a massa e misture, incorporando tudo. Deixe só alguns minutos no fogo, apenas o suficiente para aquecer tudo e as gemas cozinharem. Sirva imediatamente.

16

Farfalle com Alho-Poró


Aí segue uma receitinha muito fácil e simples, porém muito saborosa, que já foi repetida aqui em casa várias vezes. Você prepara num instante, mas nem por isso tem gosto de macarrão improvisado, pelo contrário, quem come, repete.

Ingredientes:
500 g de macarrão farfalle (fusili na receita original)
Água e sal para cozinhar
3 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
1 xícara de alho-poró cortado em fatias
1 lata de molho de tomate
1 colher (sopa) de manjericão picado
1/2 xícara (chá) de água
1/2 xícara (chá) de leite
1 copo (250 g) de requeijão cremoso
Sal a gosto
Queijo parmesão ralado para polvilhar

Cozinhe o macarrão em água e sal. Reserve. Em uma panela aqueça a manteiga e refogue o alho-poró. Acrescente o molho de tomate, o manjericão, a água e o leite. Cozinhe em fogo brando por 10 minutos. Retire do fogo, junte o requeijão e mexa bem. Acrescente sal e misture o molho ao macarrão cozido. Salpique o queijo ralado e sirva a seguir.

Fonte: Revista Receita Minuto.

32

Macarronada de Atum


Não que haja algo demais na receita, mas sabe aquela macarronada que tem a cara de quem a faz? Essa é a minha. Já fiz tanto essa receita pros meus amigos que hoje em dia até evito fazer. Adoro a combinação de atum e azeitona (nesse caso usei picles, um bom substituto) e (quase) sempre uso colorau em macarronadas vermelhas pois ele satura a cor do macarrão, do molho e da carne (no caso, o atum) e dá um sabor a mais através da visão – é sabido que o colorau não tem sabor, mas acho que a cor envia alguma informação pro cérebro que faz a gente acreditar que tem algo mais ali.

Ingredientes (2-3 porções):
115 g de fettuccine ou spaghetti
170 g de molho de tomate (1/2 lata)
1/2 cebola picada grosseiramente
2 colheres (sopa) de manteiga (opcional)
2 colheres (sopa) de óleo ou azeite
2 colheres (sopa) de colorau (colorífico)
1 lata de atum (170 g)
2 picles de pepino fatiados (ou azeitonas a gosto)
Sal a gosto
Pimenta a gosto

Cozinhe o macarrão em água, sal e uma das colheres de colorau. Isso demora o tempo de fazer o molho: refogue a cebola na manteiga e óleo. Acrescente o atum e a outra colher de colorau e mexa bem, até o refogado incorporar o colorau. Deixe fritar um pouquinho e acrescente o picles ou azeitonas. Depois adicione o molho e tempere com sal. Quando o molho ferver e reduzir um pouquinho (isso tudo é bem rápido), junte o macarrão cozido na panela do molho e mexa, juntando tudo (com uma colher de plástico, pra não quebrar o macarrão). Sirva imediatamente, com uma chuvinha de pimenta-do-reino moída na hora.

13

Macarrão com Molho de Nata + Batatas Assadas com Alecrim

Tomada por um resfriado terrível hoje eu precisava de um jantar bem calórico e salgado. Comecei cozinhando umas batatas sem saber o que ia fazer com elas, depois me inspirei nas Batatas Coradas com Alecrim e Parmesão da Faby e resolvi assá-las, apesar de não ter feito como ela fez. Não bastava e resolvi fazer um pouco de macarrão com um molhinho básico e ficou tudo certo, até diminuiu meus espirros. Eu não sei porque nunca tinha pensado em fazer molho com nata, ficou ótimo.

Como foi tudo meio improvisado e básico, aqui vai o registro (para 2 porções): cozinhei 4 batatas até ficarem um pouquinho macias, mas ainda firmes. Cortei em rodelas e distribuí numa assadeira com óleo de girassol. Por cima sal, pimenta e alecrim, mais um pouquinho de óleo e coloquei em forno alto.
O macarrão medi um prato de massa seca e cozinhei na água com óleo e colorau. Pro molho (que foi o melhor dessa festa) foi 1 colher (sopa) bem cheia de nata, 1/2 xícara de leite, 1 colher (sopa) de catchup e 1/2 colher (chá) de sal misturados numa panela até ficar homogêneo e ferver um pouquinho. Acrescentei pedaços de queijo e azeitonas picadas e depois mergulhei o macarrão no molho.